Marcelo Tas faz palestra em Manaus sobre inovação e criatividade

Como processar o volume de informações recebidas em plena era digital e transformá-las em conhecimento? Esse é o tema que da palestra “Inovação: a criatividade na era digital” que acontece nesta terça-feira (09/10), a partir das 20h em Manaus, com o jornalista e apresentador Marcelo Tas. O evento é gratuito e integra a programação do Experience Day 2018 (E-Day), da Faculdade Martha Falcão Wyden.

A proposta é discutir como aproveitar a revolução digital e a oportunidade de vivermos em rede para aprimorar, com criatividade, a troca de saberes e afiar a pontaria das nossas buscas?

A palestra encerra a programação do E-Day 2018, evento tem como objetivo fomentar em empreendedores, parceiros, alunos e futuros alunos, a busca por novas ideias e soluções que permitam redimensionar a visão de mundo e proporcionar empoderamento aos atores do segmento educacional para que atuem de forma diferenciada no mercado em geral.

A palestra é aberta ao público em geral. Para participar, é preciso fazer a inscrição por meio do link https://www.wyden.com.br/fmf/evento/experience-day-2018e doar 2 kg de alimento não perecível, exceto sal e açúcar. Após a inscrição pelo formulário, o participante deve trocar os alimentos pela pulseira de acesso ao evento.

Marcelo Tas é jornalista, consultor em comunicação, autor e diretor de TV. Com cerca de 13 milhões de seguidores, é um dos influenciadores mais premiados do país. Atualmente, é colunista na rádio CBN e professor de Inovação no IBMEC SP, do grupo Adtalem.

Entre suas obras destacam-se os vídeos do repórter ficcional Ernesto Varela, as séries infantis “Rá-Tim-Bum” e “Castelo Rá-Tim-Bum” (TV Cultura), o projeto de educação à distância “Telecurso” (Fundação Roberto Marinho/ TV Globo) e o humorístico CQC (Band).

Tas é o criador do “Beco das Palavras”, game interativo no Museu da Língua Portuguesa (São Paulo) e de “Humano”, game para o Museu do Amanhã no Rio de Janeiro.

Tas já foi agraciado com vários prêmios no Brasil e no exterior, entre eles a bolsa da Fulbright Comission, quando foi artista residente na NYU- New York University, nos Estados Unidos.