Take a fresh look at your lifestyle.

Marceneiro por descumprir medidas protetivas em favor da tia dele

-publicidade-

Policiais civis da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), zona centro-sul, coordenados pela delegada Débora Mafra, titular da Especializada, prenderam, nesta segunda-feira (25/01), um marceneiro de 32 anos, por descumprimento de medidas protetivas impostas a ele, em benefício da tia dele, uma mulher de 56 anos.

A delegada informou que a vítima foi até a delegacia, em novembro de 2016, solicitar uma medida protetiva, afirmando que vinha sofrendo com ameaças e injúrias por parte do sobrinho. Em outra ocasião, em julho de 2020, ela retornou novamente à delegacia para solicitar uma nova medida protetiva, pois o mesmo já havia descumprido a primeira vez.

“A vítima nos relatou que, em junho do ano passado, o infrator foi até sua casa e a agrediu fisicamente. Ele desferiu um golpe de terçado em direção ao pescoço dela e a mesma se defendeu com as mãos, o que causou lesões corporais graves na vítima. Em setembro de 2020, ela retornou à DECCM informando que o seu sobrinho a estava perseguindo”, explicou a delegada Débora.

Com o descumprimento da medida protetiva, foi solicitado à Justiça pelo mandado de prisão preventiva em nome dele. Nesta segunda-feira (25), no momento em que a vítima estava na delegacia, ele a seguiu justificando que a ordem judicial não teria mais validade, momento em que foi preso.

Procedimentos – O indivíduo irá responder por descumprimento de medidas protetivas e, ao término dos trâmites cabíveis, ele será levado para audiência de custódia na Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM

-publicidade-