Material apreendido por fiscais da prefeitura vão ser reciclados

Materiais apreendidos por fiscais da Prefeitura de Manaus em operações de combate ao comércio irregular vão ser reciclados. São carrinhos de mão, de churrasco e bancas, que vão ter suas estruturas – como ferro e madeira – aproveitadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

Os materiais são resultantes de operações realizadas de outubro a dezembro, incluindo as festas de fim de ano, e não possuem mais condições de uso. Outros não foram reclamados por seus responsáveis.

A diretora do Departamento do Comércio Informal (Decin), Ewanúbia Ribeiro, disse que os materiais foram apreendidos no Centro e no Complexo Turístico Ponta Negra, zona Oeste.

A Sempab também doou outros produtos apreendidos para a Associação de Moradores e Amigos do bairro São José I, na zona Leste, que atua com serviços sociais na comunidade.

À associação foram entregues meias, bancos, mesas, carrinhos de supermercados, malas, sombrinhas, caixas de isopor, utensílios, garrafas térmicas e outras mercadorias que poderiam ser reaproveitadas artesanalmente.

A Creche da Polícia Militar, Escola Infante Tiradentes, situada em Petrópolis, zona Sul, também foi beneficiada, recebendo produtos infantis.

Após as apreensões, cada ambulante tem o prazo legal de cinco dias úteis para comparecer a Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab) e dar entrada no requerimento solicitando a devolução da mercadoria apreendida.

Passando este prazo legal ou se o ambulante for reincidente, os produtos e materiais não são devolvidos e a prefeitura pode dar a destinação necessária.