Um novo cálculo para o reajuste anual de preços de remédios foi anunciado nesta sexta-feira pelo Ministério da Saúde. Na prática, isso significa que o valor dos medicamentos vai ter um aumento menor, beneficiando o bolso dos consumidores. De acordo com o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, o novo cálculo é mais simples, justo e transparente para empresas e consumidores.

“Passa a ter mais racionalidade. Nas escolhas que foram feitas buscaram dar maior racionalidade na constituição da fórmula. Transparência. De todos saberem exatamente o que é que vai ser e como é calculado. Vai ser publicado, também, além da resolução, um anexo contando toda a metodologia, de maneira que fique fácil para quem quiser. Estudiosos do setor, economistas que trabalham com isso, pessoas, empresas, associação de consumidores, ou seja, todo mundo saiba exatamente como é calculado”.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, explica que a nova fórmula de cálculo do reajuste de preços dos medicamentos vai gerar economia não só para o consumidor, mas também para os gestores do Sistema Único de Saúde.

“As medidas que estão sendo tomadas, elas vão resultar, sem dúvida nenhuma, num desembolso menor na compra de medicamentos se se adotasse a metodologia até então vigente. Eu acho que essa alteração nos instrumentos para cálculo dos preços dos medicamentos vai garantir não só a transparência, adequação de concorrência e isso tudo tem um impacto significativo numa nova metodologia que dê ao consumidor – e aí o consumidor, tanto o consumidor individual, quanto o consumidor pensando o Estado, o Sistema Único de Saúde, aqueles que são os provedores do Sistema de Saúde – um desembolso menor na compra de medicamentos”.

O percentual de reajuste vai ser divulgado pela CMED, Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, sempre no dia 31 de março de cada ano. São consideradas para o cálculo do ajuste anual a inflação do período, a produtividade da indústria, a variação de custos e a concorrência dentro do setor farmacêutico. Para saber mais acesse o site do Ministério da Saúde. O endereço é www.saude.gov.br.

Reportagem, Fábio Ruas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here