Médico de Bolsonaro diz que participação em debates depende do candidato

O chefe da equipe que atendeu o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, nesta quinta-feira (18), que a decisão de participar dos debates, a partir de agora, cabe ao capitão da reserva.

Por meio de nota, o cirurgião Antônio Luiz Macedo afirmou que Bolsonaro “está bem, mas ainda tem a colostomia como fator limitante”, mas que o comparecimento aos debates é decisão do político.

Ainda segundo o médico, Jair Bolsonaro apresenta “boa avaliação clínica”, mas ainda depende de suporte suplementar. Macedo esteve na residência de Bolsonaro na manhã desta quinta para avaliar o quadro de recuperação do militar.

O candidato do PSL sofreu um atentado a faca no dia 6 de setembro. O ataque aconteceu na cidade mineira de Juiz de Fora, durante ato político. Bolsonaro disputa o segundo turno das eleições presidenciais deste ano com Fernando Haddad (PT). Segundo o último levantamento de intenção de votos do Ibope, o militar lidera com 59% dos votos válidos, enquanto Haddad tem 41%.

Reportagem, Marquezan Araújo

#Eleições2018