Hoje (24.02) os médicos do Amazonas confirmaram mais uma vez a presença do Dr. Mario Vianna como representante da categoria médica e o reelegeram à presidência do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam). A votação para confirmar a eleição da chapa única inscrita para a gestão 2015/2020 do Simeam ocorreu na sede da instituição das 8h às 17h e contou com o colégio eleitoral formado por 1260 médicos sindicalizados adimplentes.

Intitulada ”União, Força e Transparência”, a chapa presidida pelo videocirurgião, ginecologista-obstetra Mario Vianna é composta ainda por grandes nomes da medicina no estado como o anestesiologista Renato Siervi – ocupando o cargo de vice presidente, além de representantes do Samu, estratégia da Família, FCecon, FHemoam, UBSs , Maternidade Dr. Moura Tapajós, entre outras.

O presidente reeleito informou que para essa nova gestão foram mantidos 50 por cento de membros da composição anterior e convocados novos representantes para uma “reoxigenação” do trabalho “Convidamos médicos que representam lideranças frente as suas áreas de atuação e acreditamos que com essa nova força possamos crescer ainda mais” disse Mario.

Sobre a confiança da categoria na manutenção dele como representante por mais cinco anos o médico afirmou “Essa é a prova da seriedade do meu trabalho frente a esse instituição, que represento com muita responsabilidade e carinho. Só o fato de não existir uma outra chapa concorrente, já valida para mim essa confiança que a categoria deposita no meu trabalho” disse Mario.

Para o Vice presidente, Dr. Renato Siervi, a renovação dessa chapa é para todos uma grande confirmação que o Simeam está cada vez mais buscando estar atualizado e participativo junto a categoria “Acreditamos que temos muito a contribuir nessa reoxigenação e esperamos poder tornar realidade os desejos da categoria como Carreira de Estado, Piso salarial da Fenam e fortalecimento da representatividade junto aos órgãos” afirmou Renato.

Além dos desafios já citados pelo vice presidente, a nova gestão ainda tem pela frente o desafio de conquistar a implementação do novo PCCS dos médicos do Município e continuar a luta pela defesa da categoria no cenário Federal.