Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Menina vítima de explosão em condomínio de Manaus recebe alta hospitalar do HPS da Criança Zona Oeste

Acompanhamento prestado pela equipe de profissionais da unidade foi essencial para a recuperação da adolescente

Ansiosa para iniciar uma nova etapa na vida, Manuele Farias dos Santos, de 14 anos, recebeu, na tarde desta quarta-feira (31/03), alta hospitalar do Hospital e Pronto Socorro (HPS) da Criança Zona Oeste. A adolescente foi vítima de uma explosão ocorrida no dia 24 de fevereiro, em um condomínio, localizado na zona norte da capital. Desde a chegada na unidade hospitalar, ela recebeu atendimento completo pela equipe de profissionais do local.

No dia do acidente, Manuele e suas duas irmãs, de 9 e 10 anos de idade, haviam ido à casa da avó no condomínio residencial, onde aconteceu a explosão da tubulação de gás na casa de um morador. Manuele na tentativa de salvar as irmãs acabou tendo 70% do corpo queimado. Ela e a irmã mais nova, de nove anos, foram encaminhadas ao HPS da Criança Zona Oeste.

“Aconteceu a explosão envolvendo cinco crianças, entre elas três irmãs. Foram todas encaminhadas ao Pronto Socorro Zona Sul, que é referência de grandes queimados, mas devido à alta demanda de crianças queimadas pediram a ajuda da rede e nós da direção do HPS Zona Oeste, aceitamos o desafio”, relatou o médico Luiz Afonso, diretor técnico da unidade.

Durante a evolução gradativa do quadro clínico, a menina contou com o atendimento de uma equipe completa e multidisciplinar na unidade, conforme explicou Rafaelle de Aguiar, gerente de enfermagem do HPS da Criança.

“Ela começou a evoluir bem com os curativos. Graças a Deus após o 26º dia ela teve alta da UTI e hoje no 33º dia estamos conseguindo dar alta dela. Um trabalho de uma equipe multidisciplinar não só da equipe técnica, médica, mas a equipe de gestão também, que entrou nessa missão e hoje estamos conseguindo obter êxito”, pontuou a profissional, alegre em ver a recuperação da adolescente.

O jeito meigo e a história heróica de Manuele conquistou os profissionais do Hospital que, na despedida, organizaram um grande corredor com balões coloridos e muitos aplausos, momento digno de uma pequena heroína. Sobre o atendimento prestado pela equipe de profissionais da unidade, a mãe da menina, Audilene dos Santos, agradeceu, emocionada, por todo o auxílio que a filha recebeu nos 33 dias de internação.

“Hoje eu estou muito feliz, estou chorando de alegria pelo fato de ela estar saindo. Eu agradeço muito a todo mundo. Até mesmo as pessoas da limpeza, que deram toda atenção para a gente. Eu agradeço muito, se eu pudesse abraçar todo mundo porque eu via que eles queriam a mesma coisa que eu e isso me dava muita confiança”, disse sem conter a emoção, a mãe de Manuele.

Acompanhamento – Durante toda a fase de tratamento, a menina e a acompanhante receberam acompanhamento especializado de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos e outros profissionais que contribuíram significativamente para a evolução do quadro clínico da menina.

FOTO: Herick Pereira/Secom

-publicidade-