Aprender um segundo idioma, especialmente a língua inglesa, é fundamental nos dias atuais, seja por questões pessoais ou profissionais. Para ajudar adultos que não têm muito tempo de frequentar cursos longos e precisam de fluência para se comunicar, a professora Mércia Preto criou uma nova metodologia em cursos com foco no inglês para o cotidiano. Atuando em Londrina (PR), ela vai estar em Manaus de 22 a 30 de abril para ministrar o curso intensivo “Inglês para crescimento pessoal e profissional”, com 20 horas de aulas práticas, perfeito para quem quer aprender e se aperfeiçoar no idioma de forma dinâmica.

Fundadora da Starup English Courses, a professora Mércia Preto explica o diferencial da sua proposta de ensino, baseada em uma metodologia eclética, construída ao longo de mais de trinta anos de trabalho docente em institutos especializados de ensino da língua inglesa e em atividades de assessoria individual e em grupo.

“Nela, os conhecimentos e habilidades do professor não são exclusivos para ajudar alguém a aprender bem a língua inglesa, porque é preciso levar em conta os conhecimentos e as experiências de vida dos alunos em todo o processo de aprendizagem”.

Na prática

O curso está dividido em quatro níveis, sendo que no nível I e II o aluno faz a transição entre a língua materna portuguesa para a língua inglesa, abordando questões de cunho mais pessoal e do ambiente conhecido com uma abordagem bilíngue. À medida que o aluno vai se adaptando ao inglês e desenvolve a capacidade de pensar nessa língua, as aulas do nível III passam a ser exclusivamente na língua inglesa e continuam assim no nível IV. Em todos os níveis são abordadas questões sobre artes, música, ciência, saúde e meio ambiente, para que o estudante domine a conversação em conhecimentos gerais na língua inglesa.

“Elaborei o material que são quatro livros de diferentes níveis, com foco no inglês para o cotidiano, viagens, compras e restaurantes. As aulas são muito práticas e bem interessantes. O que eu faço nos cursos é ensinar a usar o inglês, o foco das aulas é entender e falar…o que é muito diferente de estudar o idioma, o que levaria no mínimo uns quatro anos”, completa.

O objetivo maior desse trabalho, segundo ela, é possibilitar o desenvolvimento da linguagem e a inserção do estudante no modo de pensar o mundo cultural da língua inglesa.

“Desse modo, o aluno se torna capaz de falar sobre si e sobre o mundo em que vive, ao mesmo tempo em que aprende a abordar diferentes temas de conhecimentos gerais no processo de aprendizagem do falar em inglês”.

O curso é voltado principalmente a profissionais de empresas, acadêmicos de cursos de pós-graduação e graduação, guias turísticos, recepcionistas de hotel ou de agências de turismo, coordenadores de programas culturais e outras pessoas que necessitem fazer uso do inglês para viagem, atividades de trabalho, interesse cultural, estudos etc. Cada turma é formada por no máximo 10 alunos e todo o material é exclusivo.