Arte: Secom/PGR

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas apresenta nesta sexta-feira (3), às 10h, no auditório do prédio anexo da instituição, a primeira ação civil pública à Justiça contra pessoas físicas e empresas envolvidas nas irregularidades ambientais reveladas pela operação Arquimedes e sobre outros encaminhamentos realizados após a deflagração da operação, com o objetivo de garantir a eficácia de medidas ainda em andamento.

A ação civil pública apresentada tem como objetivo atacar o problema do desmatamento ilegal na região Amazônica e obter o pagamento de indenizações por danos materiais e morais coletivos, decorrentes de fraudes cometidas ao sistema de controle da atividade florestal identificadas na investigação que resultou na operação Arquimedes. Os valores envolvidos somente nessa primeira ação ultrapassam a casa dos milhões de reais.