Em outubro deste ano, a Serins e o BID realizaram encontro para discutir revisão das metas físicas e financeiras do programa

De 12 a 14 de dezembro deste ano, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) encaminhará a Missão de Inspeção às Obras do Programa de Aceleração do Desenvolvimento Educacional do Amazonas (Padeam) para Manaus e os municípios de Nova Olinda do Norte, Lábrea e Benjamim Constant, considerando o avanço físico das referidas obras, cujos prazos de conclusão estão previstos para dezembro de 2018 e cujas entregas à Seduc estão previstas para serem realizadas até fevereiro de 2019.

Em reunião realizada em 22 de outubro deste ano, em Brasília, a Secretaria de Estado de Relações Institucionais (Serins) e o BID, discutiram a “Revisão das Metas e dos Indicadores apresentados na Revisão de Carteira do Programa de Aceleração do Desenvolvimento Educacional do Amazonas (Padeam)”.

Participaram do encontro a secretária de Relações Institucionais e coordenadora do Padeam, Nafice Bacry Valoz; a subcoordenadora pedagógica e de engenharia do Padeam, Reny Moita; a secretária pedagógica da Seduc, Ana Cassia Marinho; a assessora financeira do Padeam, Maria Suzete; o secretário executivo Financeiro da Serins, Adriano Ponte; a especialista do BID, Ximena Dueñas; e a analista de operações do BID, Vanessa.

Durante a reunião, foram discutidas as Revisões das metas do Padeam, objeto do contrato de empréstimo n° 2992/OC-BR. Segundo a titular da Serins informou, foram revistas as metas físicas e financeiras e os indicadores do Padeam. Ela explicou ainda, que foi feita uma apresentação do Padeam com explanação sobre os avanços físicos e financeiros da área de Engenharia e Pedagógico e Aquisições e ressaltou que essa revisão de meta decorre da necessidade de readequação do período de execução de cinco (05) anos do Programa, com a realidade, pois decorrido três (03) anos, somente 28% dos recursos haviam sido aplicados, tendo a equipe atual, em 8 meses de gestão, realizado quase 70% dos recursos para atingimento da meta.

Ela explicou que foram apresentados os cenários dos avanços realizados em 2018 e as licitações que estão em andamento, a serem concluídas ainda neste ano, já comprometidas com o BID, consideradas como avanço do Programa. “Foram revisados os indicadores financeiros e o comprometimento dos recursos até 2020”, comentou.

A equipe do BID explicitou a necessidade da redução financeira, em função da diferença da variação cambial, e ressaltou a importância dos avanços das obras, das ações pedagógicas e das aquisições, conforme o compromisso do Governo do Amazonas com o BID na missão de administração realizada pelo BID em maio de 2018, em Manaus, em que ficaram registrados os avanços e os comprometimentos das metas do Padeam.

FOTO: DIVULGAÇÃO/SERINS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here