Moradores do bairro Coroado 3 recebem ação de cidadania da Prefeitura de Manaus

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), realizou, nesta sexta-feira, 9/7, mais uma ação de cidadania, desta vez com a oferta de serviços aos moradores do bairro Coroado 3, na zona Leste. Ao todo, 550 atendimentos foram realizados.

Entre os serviços oferecidos, estão a 2ª via da Certidão de Nascimento, orientação sobre Cadastro Único, Bolsa Família, Carteira do Idoso e o programa Leite do meu Filho, Carteira de Trabalho digital, teste de visão, curso de confecção de detergente, massagem relaxante, roda de conversa temática com mulheres, orientações do Conselho Tutelar e conscientização com a equipe ambiental da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp).

“Por determinação do prefeito David Almeida, temos realizado diversas ações de cidadania por vários bairros de Manaus e também em comunidades rurais. Esse trabalho é importante porque nos permite levar vários serviços para a população que mais precisa”, afirmou o coordenador de ações da Semasc, Moisés Gusmão.

Para Christian Rocha, líder do Instituto Afro-Origem, ações como essas permitem o poder público estar mais próximo da população.

“Essa atividade também faz alusão ao dia da abolição da escravatura no Amazonas, celebrado neste sábado, 10 de Julho. Tenho muito a agradecer pela parceria na realização dessa ação histórica para o bairro Coroado”, afirmou.

Amanda Araújo e Ana Negreiros aproveitaram a manhã para tirar a segunda via da Certidão de Nascimento. A iniciativa foi aprovada por elas. “Já fazia tempo que eu precisava tirar a segunda via desse documento e hoje eu consegui bem pertinho da minha casa, então só tenho a agradecer”, declarou Amanda.

“Eu tirei a documentação e agora vou aproveitar outros serviços que estão sendo oferecidos aqui. Facilitou bastante a minha vida. Só tenho a agradecer”, finalizou Ana.

Na próxima sexta-feira, 16/7, a ação de cidadania da Semasc será realizada na comunidade Santa Maria do Rio Negro.

Texto – Leonardo Fierro / Semasc

Foto – Divulgação / Semasc