Take a fresh look at your lifestyle.

Morre Zezinho do Carrapicho após grande luta contra a Covid-19

-publicidade-

Morreu neste sábado (06), em Manaus, o cantor Zezinho Corrêa. Ele estava internado desde o início de janeiro em uma unidade de saúde particular lutando contra a Covid-19. Após uma melhora, em meados do mês passado, o artista teve o quadro de saúde agravado nesta madrugada e não resistiu.

Zezinho Corrêa ficou famoso com a Banda Carrapicho nos anos 80, cantando forró e depois explodiu mundialmente com a toada do Garantido Tic, Tic, Tac.

Estrela de Carauari

José Maria Nunes Corrêa, natural da comunidade de Imperatriz, em Carauari, ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente após o sucesso “Tic Tic Tac”, na década de 1990, quando liderava a banda Carrapicho.

Antes de se dedicar à carreira de cantor, Zezinho também fez curso de formação de atores, no Rio de Janeiro, e estudou interpretação e dança. Como ator, Zezinho Corrêa fez parte do Grupo de Teatro Experimental do Sesc.

Zezinho também investiu em carreira solo, produzindo projetos musicais. Entre os destaques estão a sua participação no musical “Boi de Pano”, durante o Festival Amazonas de Ópera de 2000; a gravação do seu CD solo no ano de 2001, no Teatro Amazonas e a participação no musical de Natal “Ceci e a Estrela”, em 2017.

Em 2020, Zezinho estrelou campanha do Governo do Estado em homenagem aos profissionais de saúde, que atuaram na linha de frente do combate à pandemia de Covid-19, interpretando a música “Um Novo Tempo”, de Ivan Lins, no palco do Teatro Amazonas.

No dia 21 de dezembro de 2020, o cantor subiu ao palco do Teatro Manauara com o show “Banho de Frevo – Zezinho Corrêa canta Elba Ramalho”; e no dia 28 de dezembro, o cantor participou do lançamento online do livro “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”, escrito pelo jornalista e produtor cultural Fabrício Nunes em homenagem à carreira de Zezinho. O lançamento foi transmitido do Centro Cultural Palácio Rio Negro.

Velório

 

“A Família Corrêa informa que o velório do artista Zezinho Corrêa será hoje (6/2), das 13 às 16h30 na unidade Balneário do Sesc AM. Devido aos protocolos de segurança contra a disseminação da Covid-19, o acesso não estará aberto ao público e será restrito aos familiares e amigos.

Pedimos ao público que as homenagens sejam através de orações e no traslado do corpo entre a unidade Balneário do Sesc e o cemitério São João Batista, onde será feito o sepultamento às 17h. O cortejo será feito com batedores da polícia militar e em caminhão do corpo de bombeiros.

Agradecemos a compreensão e a todas as manifestações de pesar recebidas.

Família Corrêa”

-publicidade-