Take a fresh look at your lifestyle.

Mostra de Arte e Tecnologia da Escola Estadual Manoel Marçal de Araújo favorece a inclusão social

-publicidade-

Foto: Jhonny Lima/Asscom SEDUC

A Escola Estadual Manoel Marçal de Araújo, localizada no bairro da Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus, promoveu, nesta quarta-feira (26), a sua Mostra de Arte e Tecnologia. Neste ano, o evento chegou à sua 5ª edição e foi marcada pela exposição de telas confeccionadas pelos próprios estudantes. A atividade também é aliada ao desenvolvimento da concentração, da percepção e da coordenação motora dos alunos.
A mostra reuniu a exposição de mais de cem telas originais e, como em todas as edições anteriores, foi aberta aos pais e comunitários, que puderam prestigiar o trabalho de excelência que a escola tem realizado no segmento de educação especial.

Na atividade, alunos com múltiplas deficiências, incluindo síndrome de down, autismo e paralisia cerebral, acompanhados de seus professores, fizeram a exposição de telas. Todo o material foi confeccionado pelos alunos-artistas durante oficinas promovidas na instituição de ensino.

Utilizando canudos, esponjas, palitos, papel, folhas naturais, emborrachados, tecido, botões, sementes, dentre outros materiais. A produção das telas contou com a participação de 127 estudantes dos turnos matutino e vespertino, orientados pela equipe de professores da escola.

Envolvimento da comunidade

Um dos grandes objetivos da Escola Estadual Manoel Marçal de Araújo, segundo a gestora da instituição de ensino, professora Aida da Silva, é fazer com que os pais e comunitários participem das atividades realizadas pela escola, favorecendo o processo de inclusão social.

“Com a nossa Mostra de Arte e Tecnologia aberta ao público, buscamos apresentar aos pais e comunitários, parte do trabalho que vem sendo realizado com esses estudantes. A mostra artística, assim como demais projetos desenvolvidos em nossa escola, tem como principal objetivo a inclusão social e a participação da comunidade é muito importante, como na edição deste ano”, afirmou a gestora.

Prestigiando a Mostra de Arte e Tecnologia, a gerente de Atendimento Educacional Específico da SEDUC, professora Lenice Salerno, elogiou o trabalho apresentado pelos estudantes e professores, enfatizando a relevância da participação da comunidade nos projetos da escola.

“Esse envolvimento da comunidade com a escola é muito importante para garantir a inserção dessas crianças na sociedade e esse trabalho mostra que esses alunos têm um grande potencial e podem ir muito além do que muitas pessoas imaginam”, ressaltou a professora Lenice Salerno.

A mostra também contou com a participação da diretora do Departamento de Políticas e Programas Educacionais da SEDUC, Roberta Prestes.

Reconhecimento

Para o pai da pequena Érica, Elivan Soares, atividades como essa têm beneficiado o crescimento e desenvolvimento de sua filha. “Desde que minha filha começou a estudar na escola Manoel Marçal, ela começou a fazer várias atividades que antes não fazia. Acredito que a escola tem oferecido o incentivo necessário para que ela tem um bom desenvolvimento e estou muito feliz por ela estar nesse ambiente”, comentou o pai.

Engajada nas atividades escolares da filha Luiza, a dona de casa Nara Rodrigues, afirmou que a mostra de arte tem o papel de sensibilizar pais e comunitários quanto à importância da inclusão social. “A mostra de arte tem o objetivo de conscientizar a família e a sociedade quanto à importância da criança em todas as atividades escolares. E esse resultado hoje aqui nos mostra que a escola se preocupa com o desenvolvimento das crianças, proporcionando condições para que ela se sinta produtiva”, afirmou Nara Rodrigues.

-publicidade-