Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Motocicletas utilizadas em ‘racha’ na Avenida Brasil são apreendidas pela polícia

A Operação “Pela Vida”, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), flagrou um grupo praticando corrida ilegal em vias públicas, crime conhecido popularmente como racha. O caso foi registrado, na noite desta terça-feira (06/04),  na Avenida Brasil, bairro da Compensa, na zona oeste de Manaus. Quatro motocicletas foram apreendidas e os homens que as conduziam foram multados e tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM).

A ação policial mobilizou efetivos da Polícia Militar, agentes do Núcleo Especializado de Operações de Trânsito (NEOT) e servidores da SSP-AM e foi desencadeada no bairro da Compensa, nesta noite. Além das barreiras de fiscalização de veículos, foram realizadas incursões policiais em regiões alvo de denúncias de tráfico de drogas.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, coordenou os trabalhos e falou da importância do policiamento intensificado pela operação. “Todas as noites, essa operação está na rua, em diferentes bairros, no intuito de reprimir o crime e levar ordem. Na madrugada estivemos no Jorge Teixeira, e agora à noite, na Compensa”, enfatizou.

Segundo o Detran-AM, policiais do Batalhão de Trânsito da PM, que ficam escondidos para retaguarda da operação, identificaram as motocicletas apostando corrida, explica o coordenador do Neot, Victor Mansur.

“Os condutores que estavam nas quatro motos esportivas não avistaram os batedores escondidos e iniciaram a corrida, mas acabaram caindo na barreira policial, que estava logo a frente”, disse.

Disputar corridas no trânsito é crime previsto no Artigo 173 do Código de Trânsito Brasileiro. A infração é gravíssima, com punição de sete pontos na carteira, suspensão da CNH por um ano e aplicação de multa no valor de R$ 2.934,70. As quatro motocicletas foram recolhidas para o parqueamento do Detran.

*Lei Seca* – Durante a operação, o NEOT identificou três motoristas infringindo a Lei Seca e dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas. Outras 57 autuações de trânsito, por diversas irregularidades, foram aplicadas.

-publicidade-