As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Moura Tapajóz participa de seminário sobre aprimoramento para Enfermagem Obstétrica

Com o objetivo de fortalecer as iniciativas das maternidades para mudança do modelo assistencial e para a inserção de enfermeiros obstetras na assistência ao parto e nascimento, profissionais de saúde da Maternidade Dr. Moura Tapajóz, da Prefeitura de Manaus, participaram nesta segunda-feira, 11/11, no auditório Vânia Pimentel, da Uninilton Lins, na zona Centro-Sul, do Seminário do Curso de Aprimoramento para Enfermagem Obstétrica. O seminário foi direcionado a enfermeiros obstetras, obstetrizes, gestores, profissionais de saúde, entidades de classe e instituições de ensino.

O evento, que aconteceu das 8h às 12h, e foi promovido pela Universidade Federal Fluminense (UFF), secretarias municipal e estadual de Saúde (Semsa e Susam, respectivamente), Maternidade Dr. Moura Tapajóz, e o Instituto da Mulher Dona Lindu, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e com o Projeto Aprimoramento e Inovação no Cuidado e Ensino em Obstetrícia e Neonatologia (Apice On), de iniciativa do Ministério da Saúde.

“No ano passado, participamos do curso de aprimoramento nas maternidades Alzira Reis, em Niterói, e Carmela Dutra, no Rio de Janeiro e, neste seminário, vamos apresentar os avanços que obtivemos desde então”, explicou o enfermeiro Everton Freitas, gerente de Enfermagem da Maternidade Dr. Moura Tapajóz e um dos quatro já aprimorados à frente da organização do evento. Segundo ele, o seminário é a segunda etapa do Curso de Aprimoramento do Projeto Apice On de que participou no Rio de Janeiro, em 2018.

As demais profissionais aprimoradas, também partes da organização dessa devolutiva, são as enfermeiras Érica Nascimento da Silva Ribeiro, Lisandra Ferreira e Paloma Silva Barbosa.

A mediadora do projeto Apice On no Estado do Amazonas, Loiana Melo, reforçou que é necessário consolidar o trabalho interprofissional e efetivar a participação dos enfermeiros obstétricos na assistência ao parto e ao nascimento. “O Curso de Aprimoramento é uma atividade muito querida para nós, pois é parte importante da qualificação da assistência ofertada à mulher e ao recém-nascido. Esperamos qualificar cada dia mais esse cuidado, de maneira colaborativa, com trabalho integrado e em equipe. Por isso, fico feliz de ver as quatro maternidades que fazem parte do Projeto Apice On aqui no estado presentes: Moura Tapajóz, Balbina Mestrinho, Ana Braga e o Instituto da Mulher Dona Lindu”, afirmou Loiana.

Durante o evento, foram discutidos temas como: “O Apice On e a Dinamização de Políticas Públicas no Campo do Parto e Nascimento”, “Enfermagem Obstétrica e a Formação com Vistas ao Trabalho Interprofissional”, “Estratégias da Gestão para Consolidar o Apice On e Efetivar o Cuidado da Enfermagem Obstétrica no Parto e Nascimento”, “A Enfermagem Obstétrica e sua Contribuição na Assistência ao Parto e Nascimento: Desafios e Perspectivas”.

Em sua apresentação, a enfermeira obstétrica Núbia Pereira da Cruz, diretora da Maternidade Dr. Moura Tapajóz, anunciou que a Prefeitura de Manaus criou vagas para enfermeiros obstétricos no quadro da Semsa, com concurso previsto para 2020. “Temos uma vantagem em relação a outras instituições, que é a existência de vínculo dos profissionais com a maternidade, o que garante que o trabalho que está sendo realizado agora, siga evoluindo com o passar dos anos”, explicou a diretora.

Após o seminário, a programação seguiu com reuniões e rodas de conversa com relatos de experiências relacionadas à implantação do Grupo Estratégico Local (GEL) da Maternidade Dr. Moura Tapajóz, Instituto da Mulher Dona Lindu, Maternidade Balbina Mestrinho e Maternidade Ana Braga. Uma visita técnica também foi realizada durante a tarde, à maternidade Dona Lindu. Nesta terça-feira, 12, às 19h, a visita técnica será na maternidade Dr. Moura Tapajóz.

Texto – Marcella Normando / Semsa

Foto – Divulgação / Semsa

você pode gostar também