O movimento mundial “Outubro Rosa”, que tem como objetivo conscientizar e alertar as mulheres sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo de útero, chegou à ponte Phelippe Daou (antiga ponte Rio Negro), localizada na zona oeste da cidade. Desde o dia 1º, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Manaus (SRMM), trocou a iluminação do cartão-postal para a cor rosa.

Com o tema “Compartilhe a sua luta”, a campanha terá ao longo do mês várias ações na capital e no interior do Estado. Em Manaus, além da ponte, fachadas de outros monumentos, como o Teatro Amazonas, Fundação Alfredo da Matta, Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e unidades da Secretaria Estadual de Saúde (Susam) também estão iluminadas com a cor rosa.

Para o secretário da SRMM, Marcos Rotta, a prevenção ao câncer de mama e de colo uterino é de toda a sociedade e não apenas das mulheres. “Ao aderir à campanha, a SRMM conclama a todas as mulheres para prevenção e combate ao câncer de mama. Nosso objetivo é incentivar e conscientizar a sociedade sobre a importância diária dos cuidados contra o câncer de mama. Nós, da SRMM, abraçamos essa causa, que não é só das mulheres, mas também dos maridos, companheiros e amigos que têm como dever encorajar suas esposas, companheiras e amigas a lutar e a se prevenir contra o câncer de mama”, afirmou o secretário.

O câncer de mama é o que mais mata mulheres no mundo e de colo de útero é o mais incidente entre as amazonenses. No Brasil, o movimento “Outubro rosa” é promovido pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) e ONGs filiadas à entidade. No Amazonas é comandado pela Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Susam.

Durante todo o mês de outubro, o Governo do Amazonas estará empenhado em desenvolver atividades que alertem as mulheres sobre o diagnóstico precoce e o tratamento para o câncer de mama e o de colo uterino. De acordo com a FCecon, as coletas de exames preventivos (Papanicolau) e de mamografias nas Unidades Básicas de saúde (UBSs) serão intensificados.

Na capital e no interior as ações contarão com a participação de profissionais voluntários, médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

FOTO: HERICK PEREIRA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here