As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Municípios do Médio Amazonas recebem Seminário sobre Educação Permanente em Saúde

Começou nesta quinta-feira (10/10), no município de Itacoatiara, o II Seminário Regional em Educação Permanente em Saúde (EPS), para os municípios da região do Médio Amazonas. O objetivo é a inserção da Educação Permanente nas regiões de saúde do Amazonas como ferramenta para o fortalecimento da Gestão Municipal e de suas equipes de saúde, além da melhoria na resolutividade e dos processos de trabalho.

O evento, que vai até esta sexta-feira (11/10), no auditório do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), é realizado pelo Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems-Am), em parceria com a Coordenação de Educação Permanente da Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Durante os dois dias acontecem rodas de conversa para criação dos Núcleos de Educação Permanente nos municípios do Médio Amazonas e discussão sobre a importância das ações de humanização, educação e diversas ações relacionadas à área de saúde, buscando atingir o melhor resultado para os usuários do SUS.

Neste primeiro dia estão sendo debatidos temas como conceito e a importância da EPS para a Gestão da Saúde Municipal, mapeamento da situação da EPS nos municípios, estruturação da EPS e Instrumentos formais da EPS (Portarias/Metodologias/Atribuições).

No segundo dia, a Comissão de Integração Ensino e Serviço – CIES discutirá a implantação da EPS. Em seguida haverá a integração sobre a Humanização e da Educação Permanente em Saúde e Ouvidoria nos municípios, com a demonstração de experiências de implantação da EPS no Hospital João Lúcio e no município de Tefé.

Haverá ainda a apresentação de fontes de recursos para a EPS e Plano Municipal de EPS, além de planejamento e escuta da metodologia ZOP (apresentação e prática) e as avaliações.

O primeiro seminário aconteceu em agosto, em Manaus abrangendo a regional de Capital, Entorno e Alto Rio Negro. Há previsão que mais dois seminários aconteçam ainda este ano, nas regiões do Madeira e Alto Solimões.

FOTO: DIVULGAÇÃO/SUSAM