Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Na Eduardo Ribeiro, prefeitura aplica produto químico para combater odor e proliferação de doenças na praça do Relógio Municipal

Na manhã desta terça-feira (25), a Prefeitura de Manaus, por meio da Casa Militar e Defesa Civil, em parceria com a concessionária Águas de Manaus, realizou a primeira de 15 aplicações de óxido de cálcio (cal), na área da praça do Relógio Municipal, Centro. A ação integra as demais atividades da operação Cheia 2021, no combate ao mau cheiro e doenças que podem ser transmitidas pelo acúmulo de água sem fluxo de circulação.

Durante o período de cheia, serão aplicadas aproximadamente 3 toneladas de cal, nas áreas alagadas do centro de Manaus. As aplicações estão sendo divididas em: 1,5 tonelada de cal aplicada na avenida Eduardo Ribeiro com Floriano Peixoto, e 1,5 tonelada na rua dos Barés, rua dos Andradas e rua Barão de São Domingos, próximo à feira da Manaus Moderna.

“As secretarias, em parceria com a concessionária Águas de Manaus, e por uma determinação do prefeito David Almeida, estão realizando esse trabalho para a diminuir a acidez da água com a elevação do pH (nível de acidez) no combate às bactérias que causam doenças pelo acúmulo de água parada, além do forte odor,” enfatizou o diretor de Operações da Defesa Civil, major Robson Falcão.

Nesta terça-feira, 25/5, a cota do rio Negro atingiu a marca de 29,91 metros, faltando 6 centímetros para alcançar os 29,97 metros, registrados na cheia histórica de 2012.

Texto – Sheyévena Nascimento / Casa Militar

-publicidade-