Lateral que já defendeu o Tubarão conta que o adversário cresce jogando em casa, mas garante que o Naça está preparado para jogar com pressão

Todo jogo é importante para os nacionalinos, mas o duelo diante do Princesa do Solimões, neste domingo (24), às 16h, no estádio Gilbertão é considerado um dos mais difíceis do Campeonato Amazonense, admite o lateral do Naça, Guilherme.

“O jogo não vai ser fácil, eu joguei lá, sei como é o Princesa dentro de casa, com o apoio da torcida e quando é contra o Nacional, ai que inflama mais ainda. A gente está preparado, tenho conversado com a rapaziada e falo como que é jogar lá dentro, a pressão que existe, mas estamos preparados e vamos para cima”, ressalta.

Na última partida, contra o Manaus FC, quando o Leão foi derrotado por 2 a 1, Guilherme cobrou uma falta de longa distância, na medida e deu o gol para o Naça. Ele revela que cobrar faltas é uma de suas qualidades e que, apesar de não treinar todos os dias, está pronto para aproveitar as oportunidades que surgirem.

“Em todos clubes que passei sempre bati faltas, escanteios, essas bolas paradas. Não estamos treinando tanto, até pela questão de jogos, a sequência está sendo muito grande, mas quando está tendo oportunidades de jogo tem que aproveitar”, disse.

O Nacional está com uma vitória e duas derrotas no segundo turno do Barezão. Para o jogador os resultados negativos é falta de atenção do time.

“O que está faltando para obter vitória é a gente se ligar em alguns momentos, o professor (Aderbal Lana) sempre frisa isso. Às vezes, a gente dorme no ponto, vacila, acaba dando gol de graça para os caras e depois para correr atrás do resultado fica difícil”, admite.

Força da arquibancada

Se o Princesa do Solimões tem a vantagem de jogar em casa, com sua torcida, o Nacional também não estará sozinho. Dois ônibus estarão saindo de Manaus, na manhã de domingo, com torcedores para mostrar a força do Naça que vem da arquibancada.

Guilherme aproveita a oportunidade, pede apoio do torcedor nacionalino e garante que todos estão em busca do melhor para o Mais Querido.

“Peço que a torcida continue nos apoiando, acreditando na gente. Pode ter certeza que aqui não está faltando vontade e raça. A gente sempre está em busca do melhor para o clube, para nós, para eles e vamos continuar tentando até as últimas forças. A gente sabe que precisa classificar para essa semifinal e pode esperar que vamos fazer de tudo para dar essa vaga e tentar, futuramente, esse título do segundo turno”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here