Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

‘Natal Solidário’: escola da rede estadual arrecada doações para alunos carentes

Doações podem ser deixadas na sede da unidade escolar, no bairro Crespo, zona sul de Manaus

Fazer o bem a quem precisa já é uma tradição na Escola Estadual (EE) Bom Pastor, situada no bairro Crespo, zona sul de Manaus. Este é o quinto ano em que a unidade escolar arrecada alimentos, roupas e brinquedos para doar a seus alunos mais necessitados e, também, a instituições de caridade da capital.

A campanha da quinta edição do “Natal Solidário” iniciou no último dia 9 de novembro as arrecadações, que seguem até a próxima quarta-feira (09/12). As doações podem ser feitas na própria unidade, localizada na rua São Marcos, próximo ao centro de compras. O conteúdo arrecadado será doado em 14 de dezembro, data em que se encerra o ano letivo de 2020, em Manaus.

Neste dia, os alunos também apresentarão – via aplicativo de reuniões – as danças e encenações no show de talento, realizado em todos os fins de ano pela EE Bom Pastor.

Doações – A escola tem 301 alunos matriculados, do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. De acordo com a gestora, Jucileide de Araújo, a campanha, lançada em 2016, foi muito bem aceita e conta com a participação dos pais, responsáveis e profissionais da unidade.

“Às vezes, a gente ajuda muitas pessoas de fora e não olha para quem está do nosso lado e precisa. Então, a primeira motivação foi essa. A ideia foi muito bem aceita, eles gostam de participar, quem pode, doa. Tem alguns que gostam de dar presentes e, no ano passado, conseguimos doar até para o abrigo O Coração do Pai. Como nesse ano estamos recebendo menos, vamos doar aos alunos da escola mesmo”, explica Jucileide.

A gestora diz ainda que a escola acompanha os alunos e suas famílias e, por isso, consegue fazer uma triagem para que as doações cheguem a quem realmente precisa.

“Temos o caso de uma aluna que é órfã e passou muita necessidade nesse período. Temos, também, dois irmãos que sofreram maus-tratos e foram levados para abrigos e assistidos pela escola. Então, esses estudantes já estão na lista de quem será contemplado”, finaliza a idealizadora.

FOTO: Eduardo Cavalcante/Seduc-AM

-publicidade-