Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

No Dia Mundial da Bicicleta, prefeitura destaca a importância do respeito no trânsito

Mais sustentabilidade, saúde e economia. Esses são apenas alguns dos benefícios da utilização da bicicleta como alternativa de transporte urbano. A Prefeitura de Manaus, no Dia Mundial da Bicicleta, comemorado em 3 de junho, aproveita a data para alertar os condutores sobre o respeito a quem pedala, mostrar aos ciclistas que eles estão sendo vistos com respeito pelo poder público e divulgar que medidas já estão sendo tomadas para incentivar o modal.

Luiz Alberto Mendes é servidor municipal, tem 55 anos e desde o ano passado, quando começou a pandemia da Covid-19, resolveu adotar as pedaladas como principal meio de locomoção para o trabalho. Todos os dias ele sai do bairro Praça 14 em direção ao Parque 10 de Novembro na sua “magrela” e conta que, além de melhorar a saúde e ajudar o meio ambiente, ainda conseguiu reduzir as despesas de casa, já que não gasta mais com combustível.

“Percebi que estou mais disposto desde que comecei a andar mais de bicicleta. Era um hobby que cultivava há bastante tempo e agora estou encarando como meio de transporte”, explicou o fiscal de transporte do Instituto de Mobilidade Urbana (IMMU), que atualmente, atua no Centro de Cooperação da Cidade (CCC), órgão especializado no monitoramento da capital.

Para trafegar na capital, Luiz não abre mão da segurança. Por isso, mantém sempre a postos equipamentos como luvas, capacetes e luzes de segurança instaladas na bicicleta. “Como sempre digo: segurança em primeiro lugar”, ressaltou.

Ainda assim, o fiscal narra que há condutores que não respeitam os ciclistas. “Infelizmente a grande maioria ainda não respeita o ciclista e não sabe da importância de manter o distanciamento mínimo de 1,5 metro. Uma vez ou outra, alguém passa perto da bicicleta ou reclama por estarmos na via”, disse.

E essa reclamação não é exclusiva de Luiz. De acordo com um estudo do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) de 2012, pouco mais de 4% da população manauara, ou seja, mais de 100 mil pessoas utilizam a bicicleta como meio de transporte. Já em 2018 a Pesquisa do Perfil Ciclista Brasileiro, que é realizada em todas as capitais, apontou que em Manaus a insegurança é o principal fator de desmotivação para o uso da bicicleta.

Pensando em solucionar esse problema, o prefeito David Almeida, por meio do CCC, pretende ampliar o monitoramento das principais vias da cidade, acompanhando mais de perto os ciclistas e proporcionando maior segurança, uma vez que entende a importância da integração da bicicleta com os demais meios de transporte.

Estrutura

Apesar de uma herança deficitária na mobilidade, a Prefeitura de Manaus está se estruturando para atender com mais qualidade quem optar por essa modalidade de transporte, prova disso são as adequações realizadas na avenida Nathan Xavier, zona Norte, com mais de 10 mil quilômetros de ciclofaixas, além da ciclovia da avenida das Torres, zona Centro-Sul até a Norte, que está sendo preparada para o ciclista, reconhecendo a sua importância no trânsito e no transporte.

Além disso, adequações estão sendo feitas em outras partes dos mais de 40 mil quilômetros de vias exclusivas para o ciclista. Até o fim do ano, ações devem ser realizadas conscientizando motoristas a compartilharem o espaço com as bicicletas de forma mais respeitosa.
Texto: Jamyly Macedo (CCC) e Alisson Castro (Immu)

Foto – Sidney Mendonça / IMMU

-publicidade-