Amazonas Notícias

Novas tecnologias podem ser acessadas por meio do crédito rural no Amazonas

O objetivo é diminuir os custos de mão de obra, otimizar o tempo de produção e, consequentemente, aumentar a produtividade

Com mais de R$ 2,2 bilhões em recursos disponibilizados pelo Plano Safra, para o crédito rural, os produtores rurais e agricultores familiares podem buscar investir em novas tecnologias para desenvolver as atividades no campo. Um dos beneficiados é o agricultor familiar, Diego Zanela, de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus), que adquiriu cerca de R$ 200 mil em crédito para a aquisição de um trator agrícola, para alavancar sua produção de mamão e pitaya.

A atividade foi acompanhada, na quinta-feira (15/06), pela Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam). Os recursos de R$ 2,2 bilhões para o acesso ao crédito rural, faz parte do Plano Safra Amazonas 23/24, do Governo do Estado.

“O governador Wilson Lima tem fomentado o setor produtivo, com incentivo à mecanização agrícola e inovações tecnológicas que visem o aumento da produtividade, reduzindo a pressão sobre a floresta. Temos milhares de hectares de áreas degradadas/improdutivas que podem dar lugar a sistemas de produção agroecológicos e de baixo carbono, desde que o produtor rural tenha acesso ao crédito rural e assistência técnica”, informou o secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior.

De acordo com Diego Zanela, esse incentivo é essencial para ajudar o produtor rural a crescer no setor primário. Ele diz que a expectativa é produzir, neste ano, 100 toneladas de mamão e 20 toneladas de pitaya.

“Um serviço que demorava dois dias, hoje faço em duas horas, era muito difícil antes. Agora com o trator agrícola, aumentei meu plantio, faço vários serviços de pulverização, arar a terra e perfuração. Com isso, consigo ter uma produção de alta qualidade”, ressalta Diego.

O valor total da aquisição do trator agrícola foi de R$ 226 mil, sendo R$ 200 mil por crédito rural pela concedente, e R$ 26 mil de contrapartida, repassados pelo Dielo Zanela.

Para acessar

Os produtores rurais que buscam o acesso ao crédito rural nos 61 municípios e na capital, disponibilizado pelos agentes financeiros, devem se dirigir ao escritório local do Idam de seu município, para a elaboração de projeto técnico, voltado à cultura que pretende produzir na propriedade.

Ao todo, são mais de R$ 2,2 bilhões disponibilizados pelos agentes financeiros: Banco da Amazônia (Basa), no valor de R$ 1 bilhão; Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi) e Cooperativa de Crédito (Cresol), no valor de R$ 1 bilhão; Banco do Brasil, em R$ 190 milhões; e a Agência de Fomento do Amazonas (Afeam), no valor de R$ 72 milhões.

FOTOS: Isaac Maia/Sepror

Relacioandos