Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Nove pacientes transferidos por meio da “Operação Gratidão” receberam alta nesta quarta-feira (31/03)

Grupo formado por pacientes de Rondônia, totalmente recuperados da Covid-19, retornou para o estado ainda nesta quarta-feira

Um grupo formado por nove pacientes que haviam sido transferidos de Rondônia para o Amazonas, por meio da Operação Gratidão, recebeu alta no fim da tarde desta quarta-feira (31/03), do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz, situado no bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus. Até o momento, são 27 pacientes recuperados, de um total de 48 transferidos, por meio da ação do Governo do Estado.

A recuperação em solo amazonense trouxe esperança ao paciente Daniel Céspedes, internado na unidade de saúde referência no tratamento da Covid-19 no estado, desde o dia 26 deste mês. Livre do vírus, restou ao rondoniense apenas a gratidão ao estado vizinho, onde disse ter se sentido bem acolhido e tratado, diferente do que imaginou no ápice da angústia contra a doença.

“Eu não queria vir para cá, mas no último momento, eu disse ‘agora, eu vou’. Eu acreditei e graças a Deus, a equipe e todos são fantásticos, maravilha”, comemorou o paciente recuperado.

Retorno – Após a alta, os pacientes foram conduzidos até o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, de onde embarcaram com destino a Porto Velho (RO). Todo o procedimento foi assistido por uma equipe do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e do Ministério da Saúde, que auxiliou os pacientes durante o retorno para casa.

Na ocasião, foram entregues ao grupo kits produzidos pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), com produtos regionais, como uma forma de celebrar a união interestadual. Empolgado com o retorno para a casa, o jovem Domingos Trindade revela que passou por momentos difíceis na batalha contra a Covid-19, mas que a assistência dos profissionais no Amazonas foi fundamental para a vitória.

“Só tenho a agradecer ao Governo do Amazonas pelo tratamento que me deram e estou indo muito feliz pra minha casa”, celebra o paciente que revela seu maior desejo ao retornar para casa. “Abraçar minha filha de dois anos. Muitas saudades. Desde a minha primeira internação, lá no meu estado, já tem 19 dias que eu estou em hospital, então a saudade de casa está bem grande”, diz.

Suspensão – A “Operação Gratidão” permitiu que o Amazonas recebesse, em 15 dias, 48 pacientes de Rondônia e do Acre, dos quais 27 já se recuperam e tiveram alta do Hospital Delphina Aziz, para onde são encaminhados. Com o risco de desabastecimento dos medicamentos do kit intubação, a recepção de pacientes pela operação será suspensa.

FOTO: Lucas Silva / Secom

-publicidade-