As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Núcleo de Acessibilidade oferece curso sobre convivência e diversidade no ISB

O Núcleo de Acessibilidade Euapoio, vinculado à Comissão de Inclusão e Acessibilidade da Ufam, está com inscrições abertas (gratuitas) até sexta-feira, 18, para o curso “Introdução a convivência na perspectiva da diversidade”. O curso ocorre de 23 a 25 de agosto, no Instituto de Saúde e Biotecnologia de Coari (ISB) e é oferecido a técnico-administrativos, estudantes e docentes.

As inscrições estão sendo realizadas na sala do Núcleo de Acessibilidade do ISB, mediante ficha de inscrição. Mais informações entrar em contato com a coordenadora do Núcleo/ISB/Coari, professora Waldireny Caldas Rocha, através do e-mail [email protected] ou diretamente no Núcleo.

O professor Renato Antônio Brandão Medeiros Pinto vai ministrar o curso que terá carga horária de 20h e abordará as seguintes temáticas: Concepção sobre acessibilidade; o Euapoio nas correntes da Ufam; Conceitos sobre deficiência e superdotação; Produção de material didático adaptado para a educação inclusiva e Introdução a Língua Brasileira de Sinais – Libras e ao Braille.

Por meio de iniciativas como essa, o Euapoio busca promover o acesso, a integração e a permanência na Ufam dos membros da sociedade e da comunidade universitária com deficiência, transpondo barreiras arquitetônicas, comunicacionais, educacionais e atitudinais.

A Ufam possui um quadro expressivo de demandas de pessoas com algum tipo de deficiência e apresenta situações impeditivas de acessibilidade, principalmente de comunicação e informação. De acordo com as novas propostas de políticas públicas voltadas a uma melhor qualidade de vida para todos, as atividades do Euapoio caminham no sentido da equalização dessas situações.

O projeto Novas Mentes: ciclo de formação sobre acessibilidade e inclusão de pessoas, em parceria com a Proext, realiza diversas ações de formação para docentes, técnico-administrativos e estudantes de todos os campi da Ufam que contribuem para a mudança de mentalidade e a inserção do tema da deficiência nos espaços regulares de ensino, pesquisa e extensão universitária.