Uma pesquisa do instituto Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (20), mostrou que 92% dos eleitores de Jair Bolsonaro – mesmo esta sendo a primeira vez que o militar reformado se candidata – sabem que o número do candidato do PSL à Presidência da República é 17. Por outro lado, a pesquisa aponta que apenas 87% do eleitorado sabe que o número de Fernando Haddad, candidato pelo PT, concorre com o número 13, mesmo esta sendo a oitava eleição nacional do partido.

E esse fenômeno de lembranças e esquecimentos pode ter algumas explicações. Na avaliação do cientista político da FGV Eduardo Grin, os eleitores de Bolsonaro têm muito mais convicção do voto no candidato do PSL, do que os eleitores que vão votar em Haddad.

Além disso, o cientista político explica outra atitude do PT agravou essa situação: o fato de que, até um mês atrás, o Partido dos Trabalhadores não tinha definido, ainda, quem seria o candidato ao Planalto.

Tudo isso, segundo Eduardo Grin, soma-se ao perfil do eleitorado de Bolsonaro, característica que também é decisiva na memorização do número que será escolhido nas urnas.

“O perfil socioeconômico e cultural do eleitor do Bolsonaro é muito mais elevado que do Lula, como mostram as pesquisas. Eleitor com mais escolaridade, mais renda. Um eleitor que se comunica mais pelas redes sociais, tem mais informações e tem mais facilidade em fixar questões como essa de decorar número de candidatura”.

Ainda de acordo com a pesquisa, apenas 7% das pessoas que votam em Bolsonaro não sabem o número do candidato. Por outro lado, 11% dos votantes em Haddad não sabem o número do petista.

Para fazer a pesquisa, o Datafolha foi à 227 municípios e ouviu 3.225 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Reportagem, Juliana Gonçalves

#Eleições2018

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here