Número de prisões aumenta 444% e 933% de captura de foragidos no Amazonas

Balanço divulgado pela Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), nesta quarta-feira (07/11), aponta aumento na produtividade do mês de outubro quando 49 pessoas foram presas e 31 foragidos da justiça foram recapturados durante operações. As prisões cresceram 444% e as recapturas 933% na comparação com o mês de setembro.

O bom desempenho é reflexo da nova dinâmica determinada pelo secretário de segurança, Coronel Amadeu Soares, que assumiu a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), a qual a SEAOP está vinculada. No período, houve fortalecimento das ações policiais e operações para recaptura de detentos que violaram a tornozeleira eletrônica, ações pioneiras no sistema de segurança local.

Segundo o secretário executivo adjunto de Operações, delegado da Polícia Civil, Guilherme Torres, a produtividade também é reflexo do trabalho realizado em parceria. “Nós conseguimos agora em outubro reorganizar as equipes e montar uma equipe de policiais civis e militares de maneira integrada, cada um fazendo sua função constitucional. A Polícia Civil com o trabalho de levantamento de informações, trabalho de investigação, e a Polícia Militar com o trabalho operacional”, destacou Torres.

Vinculada a SSP, a Secretaria de Operações tem duas missões: desenvolver programas de prevenção e combate à violência e às drogas e as ações operacionais práticas e repressiva, trabalho que fica a cargo do Grupo de Resposta Tática (GRT).

A Seaop registrou 31 recapturas de foragidos no mês de outubro, um aumento de 933% em relação a setembro, quando três pessoas foram recapturadas. O crescimento é reflexo das três fases da operação “Rastreamento”, que cumpriu 31 mandados de prisão em todas as zonas da capital e mandou de volta para o regime fechado detentos que violaram tornozoleiras eletrônicas e, por isso, eram considerados foragidos.

Denúncias – Além de investigações, a SEAOP também trabalha apurando denúncias enviadas pela população, com sigilo garantido. Os canais para enviar informações são o Disque Denúncia 181, da SSP, e o linha direta da SEAOP no aplicativo Whatsapp pelo telefone (92) 99345-2848.