Amazonas Notícias

O que é mieloma múltiplo? Quais os sintomas e o tratamento?

Você conhece alguém que tem mieloma? Sabe do que se trata e quando suspeitar? Neste episódio, o Hematologista, Thales Dalessandro Meneguim Pereira, fala sobre Mieloma Múltiplo.

O Mieloma Múltiplo é um câncer originado em uma célula da medula óssea, chamada de plasmócitos, responsáveis pela produção de anticorpos para a defesa do organismo. Por alguma razão que a medicina ainda não consegue explicar, nesse câncer, os plasmócitos se multiplicam de forma descontrolada, gerando um único tipo de anticorpo e afetando órgãos como rins e ossos, e ainda pode causar a anemia.

Quais são os sintomas?

Sintomas incluem: 

  • Nos ossos. Podem ocorrer a dor óssea e risco de fraturas patológicas, que são fraturas que acontecem com um impacto muito leve ou até mesmo sem nenhum impacto, 
  • No sangue, se o mieloma causar anemia, irão aparecer sintomas típicos de anemia, como fadiga e sonolência, e quando atinge os rins, náuseas, vômitos e inchaço. 
  • Nos rins. No caso que afeta os rins, os sintomas mais comuns são náuseas, vômitos, perda do apetite e inchaço pelo corpo. Uma outra alteração frequente é o aumento de cálcio que pode causar confusão mental e desconforto urinário. 

Vale lembrar que nem todos os sintomas ocorrem em todos os casos, por isso, a suspeita exige avaliação médica.

Fatores de risco 

Ainda não se sabe exatamente qual a causa do mieloma, mas sabemos que ele é mais prevalente em algumas pessoas, ressaltando algumas características, os chamados fatores de risco, no caso mieloma eles incluem:

  • Idade acima de 60 anos, 
  • Etnia negra
  • Histórico familiar de mieloma

Diagnóstico 

O diagnóstico envolve exames de sangue e urina, geralmente requisitados por um hematologista. Além disso também é feito a partir da detecção de lesões do órgão alvo e pela investigação da medula óssea 

Tratamento 

O tratamento pode ser feito com quimioterapia isolada ou quimioterapia seguida de transplante autólogo de células-tronco, utiliza-se a própria medula óssea do paciente para fazer o transplante.

Vale lembrar que mieloma múltiplo é uma cancer não tem cura, é uma doença crônica como qualquer outra, e o tratamento é feito para diminuir ou reverter as lesões do órgão alvo, para permitir que o paciente viva mais e com melhor qualidade de vida. 

Fonte: Brasil 61

Relacioandos