OAB divulga resultado da primeira fase do Exame de Ordem

Os candidatos que realizaram as provas da primeira fase do XV Exame de Ordem Unificado já podem consultar o resultado preliminar no site www.oab.org.br. No Estado, dos 1889 estudantes inscritos, 572 foram aprovados e passaram para a segunda etapa, que acontece no dia 11 de janeiro de 2015, de acordo com informações da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Amazonas (OAB/AM).

O candidato poderá interpor recurso contra o resultado preliminar da prova objetiva a partir das 12h desta terça-feira (2) até as 12h de sexta-feira (5), conforme horário oficial de Brasília. A divulgação da lista definitiva, após a análise de recursos, ocorre no dia 16 de dezembro.

A prova objetiva foi constituída de 80 questões de caráter eliminatório. As questões eram de múltipla escolha e integram disciplinas profissionalizantes obrigatórias do curso de Direito, além de Direitos Humanos, Código do Consumidor, Estatuto da Criança e do Adolescente, Direito Ambiental, Direito Internacional, Filosofia do Direito, Estatuto da Advocacia e da OAB, Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina da OAB. Na segunda fase, os candidatos vão realizar a prova discursiva, respondendo quatro questões, além da defesa de uma peça jurídica dentro das áreas do Direito.

Segundo o presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB/AM, Caupolican Padilha Júnior, a orientação para os estudantes que vão realizar a segunda fase da prova é manter a tranquilidade, pois agora as questões são mais delimitadas, o que permite ao candidato colocar em prática todo o seu conhecimento. “Nós consideramos o resultado bastante positivo, nessa primeira fase”, disse Caupolican Padilha.

A aprovação é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado, conforme previsto no artigo 8º, IV, da Lei 8.906/1994. O Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Poderão realizá-lo os estudantes do último ano do curso de graduação em Direito ou dos dois últimos semestres.