Com a proposta de oferecer oportunidade de empreendedorismo aos profissionais de restaurantes comunitários e microempreendedores do entorno dessas unidades do município, que trabalham com culinária, o projeto “Sabor Solidário”, que iniciou na última segunda-feira, 12/11, chegou ao segundo dia na tarde desta terça-feira, 13, no Restaurante Comunitário do Parque Municipal do Idoso, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus. O projeto será realizado até o dia 28 deste mês, em várias cozinhas comunitárias da Prefeitura de Manaus.

Para a realização das oficinas, o Fundo Manaus Solidária e a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), órgãos responsáveis pelo projeto, contam com um time de chefs de cozinha de peso. Participam da oficina os profissionais renomados na área gastronômica da cidade Selma Reis (Zefinha Amazonas), André Parente (Cachaçaria do Dedé), Hiroya Takano (Shin Suzuran), Felipe Schaedler (Banzeiro Comida Amazônica) e Fernando Pio (Alquimia Arte Culinária).

A vice-presidente do Fundo Manaus Solidária, Mônica Santaella, explicou sobre a iniciativa do projeto e sua relevância para ajudar pessoas que trabalham com culinária dentro das cozinhas comunitárias e àqueles que são usuários desses espaços e, de alguma forma, trabalham com culinária. “A ideia é levar chefs renomados da cidade (que abraçaram prontamente a causa) e esses vão realizar oficinas de culinária com dicas de como reaproveitar ingredientes, utilizar temperos simples e criar pratos diferentes.”

O chef e proprietário da Cachaçaria do Dedé, André Parente, preparou uma receita tendo como ingredientes macaxeira, carne de sol e manteiga da terra, que contemplam o famoso “escondidinho do Dedé”. Ele falou sobre a importância de motivar a população que tem talento na culinária. “Eu aceitei esse desafio porque eu acredito que conhecimento a gente tem que passar para frente. Estou muito feliz em poder contribuir com isso para pessoas que tem um sonho de viver melhor.”

A oficina “Sabor Solidário” soma o conhecimento de vários parceiros especialistas em diferentes áreas da gastronomia, nutrição e negócios para dividir com pequenos empreendedores e com o público final, moradores de áreas menos favorecidas da cidade, receitas simples e acessíveis.

A estagiária Eliana Rocha, que já é proprietária de um buffet, disse que a oficina vai ajuda-la a aprender mais sobre a área para aplicar no seu próprio estabelecimento. “Eu gosto muito de cozinhar e eu trabalho com buffet, então quero aprender tudo o que puder e colocar em prática.”

As oficinas ainda serão realizadas nos dias 26, 27 e 28 deste mês, nas cozinhas comunitárias da Colônia Antônio Aleixo, da Colônia Oliveira Machado e da Vila da Felicidade, no Mauazinho. Além do Fundo Manaus Solidária e da Semmasdh, o projeto conta com a parceria da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) e da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Crédito: Nathalie Brasil / Semcom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here