Take a fresh look at your lifestyle.

Opas orienta sobre uso de concentradores de ar durante o combate a Covid-19

-publicidade-

Organização que é o braço da OMS destacou a importância para o interior; Governo vai enviar o equipamento para 49 municípios

O Comitê de Resposta Rápida – Enfrentamento Covid-19 do Amazonas se reuniu, nesta terça-feira (19/01), para discutir as orientações sobre o uso de concentradores de oxigênio para o tratamento de pacientes acometidos pelo novo coronavírus. A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), braço da Organização Mundial da Saúde (OMS) nas Américas, apresentou as possibilidades de utilização do equipamento na rede estadual.

A médica coordenadora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas de São Paulo e consultora externa da Opas, dra. Ho Yeh Li, apresentou as possibilidades de uso do equipamento em hospitais e enfermarias de campanha na capital, e em unidades do interior do estado.

“Conhecendo a situação logística do estado do Amazonas, em que, dependendo da época sazonal, há dificuldade de transporte fluvial ou transporte aéreo, é um equipamento que com certeza será de grande utilidade. (…) E o melhor de tudo, transportar só uma vez, não precisa transportar de novo. Esse equipamento, na situação em que estamos, poderá salvar muitas vidas”, reforçou a médica.

O equipamento também é recomendado para assistência domiciliar e após a desospitalização de pacientes Covid que ainda necessitam de algum suporte de oxigênio.

Na apresentação ao Comitê, a especialista explicou que pacientes com quadro de internação leve a moderado podem fazer uso do equipamento, mas a mesma recomendação não é aplicada a pacientes internados em estado grave, que necessitam de maior fluxo de oxigênio com respiradores pulmonares.

Equipamentos para o interior – O Governo do Amazonas vai disponibilizar para 49 municípios o total de 200 concentradores de oxigênio, a partir desta quarta-feira (20/01).

A quantidade foi dividida entre os municípios das calhas do Alto Solimões (52 concentradores), Purus (17 concentradores), Rio Negro (24 concentradores), Médio e Baixo Amazonas (32 concentradores), Rio Madeira (16 concentradores), Triângulo (22 concentradores) e entorno de Manaus e Alto Rio Negro (37 concentradores).

Do total de equipamentos, 100 foram doados pela Secretaria de Estado de Saúde de Pernambuco e 100 pela Secretaria Municipal de Saúde de Recife.

Equipamento – Os concentradores de oxigênio são equipamentos que armazenam e filtram as moléculas de oxigênio em seu interior. Ou seja, todo o processo é realizado no interior da máquina. O ar é retirado do ambiente, purificado, concentrado e enviado ao paciente através de cânulas ou máscaras.

FOTO: Edson Gisele Rodrigues

-publicidade-