Foram transferidos nesta sexta-feira (12) para o Centro de Detenção Provisório Masculino 2, na BR 174, que liga Manaus a Presidente Figueiredo, dez, dos 11 presos nesta quinta-feira (11) durante operação Operação Cashback da Polícia Federal como parte das ações que investigam desvios nos recursos da saúde pública do Amazonas.

O Centro de Detenção Provisório Masculino 2 é o mesmo onde José Melo (ex-governador) e Edilene Barbosa (ex-primeira dama) ficaram presos na companhia de ex-secretários após a Operação Custo Político, desdobramentos da Maus Caminhos deflagrada em 2016.

Dos dez presos, o único que não foi transferido para o sistema prisional do Estado é o empresário Murad Aziz, irmão do senador Omar Aziz. Ele se entregou na tarde desta quinta-feira (11), acompanhado de uma advogada, depois de considerado foragido pela Polícia Federal, já que não estava em casa dele no momento que os agentes federais visitaram local, que fica no Parque das Laranjeiras.

Veja lista completa dos presos

Lino José de Souza Chíxaro

Marco Antonio de Jesus Barbosa

Daniel Roger Goulart Silva

Wasiscley Marcelino

Jonathan Queiroz da Silva

Edson Tadeu Ignácio

Márcio Rogério da Silva

Sérgio Roberto Mello Bringel

André Luiz Barreto Becil

Jader Helker Pinto

Murad Abdel Aziz

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária informa que Murad Aziz deve ficar em uma cela de seguro externo da unidade prisional. Mas, caso ele não tenha nível superior, deve ficar custodiado em uma área comum, isolada dos demais detentos.

Tanto a Custo Político quanto a Cashback são desdobramentos da Maus Caminhos, operação deflagrada em 2016 que revelou grande esquema de corrupção na gestão da Saúde no Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here