A Polícia Civil do Amazonas deflagrou ao longo da manhã desta quarta-feira (28/11), em Urucará, ação policial que resultou na prisão, em flagrante, de Willian Pinheiro de Souza, 30, em posse de uma arma de fogo de fabricação caseira, 91 trouxinhas de substâncias entorpecentes, além de aparelhos eletrônicos.

A operação foi coordenada pelo delegado Henrique Brasil, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI) da instituição, e contou com o apoio operacional de 14 policiais civis, entre delegados, escrivães e investigadores. O delegado Danniel Antony, titular da 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Careiro Castanho, município distante 102 quilômetros em linha reta da capital, foi designado para auxiliar a condução dos trabalhos.

Henrique Brasil destacou que a operação teve por objetivo o combate ao tráfico de droga sem Urucará. Durante a ação, as equipes cumpriram oito mandados de busca e apreensão, representados pelo titular da 45ª DIP de Urucará, delegado Mauro Canale, que está de férias. As ordens judiciais foram expedidas pela juíza Luiziana Teles Feitosa Anacleto, da Comarca de Urucará.

“Durante a operação efetuamos a prisão de Willian. Com ele encontramos uma arma de fogo de fabricação caseira, 91 trouxinhas de substâncias ilícitas, entre oxi e maconha, além de três celulares, um tablet, um simulacro de arma de fogo, um terçado e R$ 11 em espécie, oriundos do tráfico de drogas no lugar”, informou o diretor do DPI.

Revista nas celas – Conforme Brasil, como parte da operação,as equipes policiais retiraram das celas 18 presos de Justiça, custodiados na 45ª DIP, para a realização de revista. Ao longo dos trabalhos os policiais encontraram facas e alicates.

Flagrante – Willian foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ao término dos procedimentos cabíveis, o homem ficará custodiado na carceragem da 45ª DIP, à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação/ Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here