Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Operação ‘Geminus I’ combate fraudes veiculares no Amazonas

Na ocasião foram apreendidas três motocicletas e um carro

A Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), participou da operação ‘Geminus I’, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que teve como objetivo, capacitar e fortalecer o combate às fraudes veiculares no Estado do Amazonas. A operação esteve dividida em duas fases, a teórica, que aconteceu nos dias 21 e 22 de maio, e a operacional, que ocorreu na segunda-feira (24/05) e nesta terça-feira (25/05).

De acordo com o delegado Aldeney Goes, as aulas teóricas contaram com a participação de quatro investigadores de polícia da DERFV, além de um analista da Polícia Civil e policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam). Durante essa fase, foram ministradas instruções e treinamentos da disciplina Enfrentamento às Fraudes Veiculares, por um instrutor da PRF.

“Já a parte operativa foi encabeçada pela DERFV, destinada a realização de abordagens e vistorias visando a identificação de adulterações em veículos automotores e documentos. Durante a operação, visitamos diversas oficinas e locais que foram denunciados como desmanche de veículos furtados e roubados pela cidade”, informou o delegado.

Ainda conforme a autoridade policial, durante a ação com a PRF e Rocam, foram apreendidas três motocicletas e um carro. Os proprietários desses estabelecimentos foram orientados a não receberem esses veículos que possam ser oriundos de crimes.

“Uma das motocicletas era de corrida e não possui placa e só pode ser utilizada em campos de competição, além disso o dono não apresentou a documentação da mesma. Já a segunda motocicleta estava com uma restrição de roubo, e a terceira estava com os sinais identificadores suprimidos. O carro estava com uma placa de outro veículo. Agora, vamos investigar esses quatro casos” afirmou a autoridade policial.

Procedimentos – Os veículos irão passar pela Verificação de Procedência da Informação (VPI) e foi instaurado um Inquérito Policial (IPL) para investigar os casos.

FOTO: Divulgação/ PC-AM

-publicidade-