27.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Operação Liberdade derruba milícia e confisca armas, drogas e dinheiro em Manaus

Em uma ação decisiva contra o crime organizado, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) realizou a Operação Liberdade nesta quarta-feira (06/12), resultando na prisão de quatro integrantes de um grupo miliciano e na apreensão de uma significativa quantidade de drogas, uma arma de fogo e dinheiro em espécie. A operação foi conduzida pelo 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), com apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core-AM) e Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da SSP-AM.

A operação cumpriu sete mandados de busca e apreensão no bairro Compensa, zona oeste de Manaus, desmantelando a ação da milícia que aterrorizava a comunidade local. De acordo com o delegado Fábio Aly, titular do 8° DIP, o objetivo era restaurar a liberdade da comunidade, que vivia sob o domínio do grupo criminoso. As investigações, que duraram cerca de cinco meses, revelaram que os milicianos monitoravam a área, abordando moradores e motoristas com armas de fogo.

Carlos Kennedy Ferreira Dantas de Oliveira, líder do grupo e preso na terça-feira (05/12), já respondia por homicídio e tinha sua prisão preventiva decretada. Os outros presos na quarta-feira foram identificados como Adriano de Almeida Castro (“MC Jogador”), Paulo Roberto Matos Medeiros e Wellington Correia de Carvalho (“Doidera”), todos com antecedentes criminais.

Durante as prisões, foram encontrados com os suspeitos drogas como maconha, oxi e cocaína, uma arma de fogo, munições calibre 38 e R$ 6,2 mil em espécie. Além de responderem por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, os detidos serão acusados de formação de milícia.

A PC-AM continua em busca de outros sete integrantes do grupo miliciano, cujas identidades e apelidos foram divulgados. A população é incentivada a colaborar com informações sobre o paradeiro desses foragidos, garantindo anonimato nas denúncias.

FOTO: Lyandra Peres e Erlon Rodrigues/PC-AM.

spot_img