As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Operação “Municípios Integrados” prende 141 pessoas e apreende oito adolescentes no Amazonas

Desencadeada na última terça-feira (12/11), em todo o Amazonas, a operação “Municípios Integrados” resultou na prisão de 141 infratores e na apreensão de oito adolescentes. Durante a operação foram cumpridos 224 ordens judiciais, entre mandados de prisão, por crimes distintos, como tráfico de drogas, roubo, furto, homicídios, e de busca e apreensão.

Ao todo, foram apreendidos ao longo da operação dois quilos de drogas, 178 porções de entorpecentes, três armas de fogo, 23 celulares, R$ 2,5 mil, armas brancas, animais silvestres e motocicletas.

Destaques do interior – Em Manaquiri, dez pessoas foram presas por envolvimento com o tráfico de drogas. Com eles, foram apreendidas drogas, armas de fogo, dinheiro, televisores e uma motocicleta. Já em Anamã, cinco pessoas foram presas por envolvimentos em roubos e tráfico de drogas. Com o grupo, foram apreendidos celulares e relógios roubados, drogas e dinheiro.

Em Itacoatiara, as equipes policiais prenderam ao longo da operação três indivíduos em cumprimento de mandados de prisão por envolvimento em crimes distintos. São eles: Diego Rodrigues Fugaça, 18, apontado como integrante de uma organização criminosa; Etiemerson de Souza Moura, 31, conhecido como “Tonzinho”, preso por tentativa de homicídio da companheira. Já José Eliabe Gonçalves de Oliveira foi preso por integrar organização criminosa.

Destaques da capital – As equipes do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam Rafael Austin Marinho, 27, em cumprimento a mandado de prisão por homicídio qualificado. Policiais civis do 19º DIP prenderam Raimundo Nonato Souza da Silva, 44, por homicídio. O homem está envolvido na morte de Ana Cristina da Silva Costa, ocorrido no dia 14 de janeiro de 2018, no bairro Alvorada, zona centro-oeste da cidade. A vítima estava grávida.

Policiais do 20º DIP prenderam Mayk Pereira da Cunha, 23, em cumprimento a mandado de prisão por roubo. O jovem negociava a compra de objetos em sites e, no momento em que aquelas marcavam o local de entrega dos objetos negociados, o autor, de posse de um simulacro de arma de fogo, anunciava o assalto, levando os bens colocados à venda.

FOTO: Divulgação/PMAM

você pode gostar também