Operação Ocupação atua em dez bairros de Manaus

Desde o início da tarde desta terça-feira (02/10), os órgãos do sistema de segurança pública estão nas ruas na Operação Ocupação. Dez bairros da capital, identificados com maior concentração das ocorrências de homicídios, roubos e furtos, receberam policiamento intensificado, segundo anunciou o secretário de Segurança, coronel Anézio Paiva, durante apresentação da tropa no Comando de Policiamento Especializado, no Dom Pedro, zona centro-oeste.

O secretário de Segurança, coronel Anézio Paiva, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Cláudio Silva, o delegado geral da Polícia Civil, Frederico Mendes, e o delegado adjunto, Ivo Martins, fizeram o briefing com as orientações à tropa.

No bairro da União, zona centro-sul, equipes da Secretaria Executiva Adjunta de Operações apreenderam uma arma de fogo e uma motocicleta roubado. Em uma área conhecida como Buritizal, os policiais destruíram um observatório utilizado pelos traficantes para monitorar a chegada da polícia no bairro.

De acordo com o secretário de segurança, coronel Anézio Paiva, o reforço policial é uma ofensiva contra a atuação de grupos criminosos e será concentrada em bairros que tiveram registros de homicídios no final de semana, como São Jorge e Jorge Teixeira. Outros bairros também serão alcançados pela medida, com incursões das polícias civil e militar.

“A nossa operação alcançará as áreas vermelhas. Tivemos êxito no bairro da União, onde equipes da SEAOP e polícia militar adentraram e fizeram a apreensão de uma arma de fogo calibre .40 e destruímos uma área que era usada como observatório do tráfico. Essa é uma operação conjunta com todos os órgãos do sistema de segurança”, disse o secretário de segurança.

O comandante geral da PM disse que a operação vai atacar, principalmente, o tráfico de droga doméstico. “Nossa missão é impedir o comércio ilegal de drogas e os demais crimes, por conseguinte, visando reduzir as incidências criminais. Estamos com foco em cerca de dez pontos principais da cidade, mas todas as áreas serão cobertas por policiamento de excelência”, disse o coronel Cláudio Silva.

Eleições 2018 – As forças de segurança estão todas preparadas para a Operação Eleição 2018. Nesta terça-feira (02/10), a tropa de policiais militares e civis começou a embarcar para o interior do Estado, onde farão o trabalho de reforço para garantir a segurança da população no domingo de votação.

Ao todo, mais de 2,5 mil policiais militares e civis estarão envolvidos no trabalho, que terá apoio de helicópteros e o monitoramento do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

FOTO: ROBERTO CARLOS