25.3 C
Manaus
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Operação Refratário resulta na prisão de homem por tráfico de armas e drogas no Amazonas

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), através do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), realizou uma ação significativa na segunda-feira (15/01) com a Operação Refratário, resultando na prisão em flagrante de Cícero Eduardo Oliveira Júnior, apelidado de “O Ciclope” ou “Careca”. Ele é acusado de fornecer armas de fogo e transportar drogas para organizações criminosas em outros estados do Brasil.

Durante a operação, a polícia apreendeu duas pistolas, uma carabina CTT calibre 40, um fuzil, munições variadas e 31 tabletes de maconha. Segundo o delegado Cícero Túlio, titular do 1° DIP, esta operação é uma continuação da Operação Paiol, desencadeada no final do ano passado, que culminou na apreensão de cerca de 30 mil munições e várias armas de fogo.

As investigações apontam que Cícero Eduardo, que também é um Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC), utilizava sua posição para facilitar o acesso a armamentos. Além disso, ele possui antecedentes criminais por usurpação de bens da União, uma vez que trabalhava em um garimpo ilegal.

De acordo com o delegado Túlio, a função de Cícero Eduardo no esquema criminoso era adquirir armas e repassá-las a indivíduos ligados ao tráfico de drogas no Amazonas, além de armazenar as drogas do grupo. Na residência do acusado, localizada no conjunto Ajuricaba, bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, foi encontrado um grande volume de drogas destinadas a São Paulo, sob orientação de um sujeito conhecido como “Kiko”.

As investigações prosseguem para localizar “Kiko” e outros possíveis envolvidos no grupo. O delegado também destacou que as drogas são provenientes principalmente de Tabatinga e Benjamin Constant, e que esforços serão concentrados para identificar os responsáveis pelo envio das substâncias para Manaus.

Cícero Eduardo Oliveira Júnior agora enfrenta acusações por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele será submetido a uma audiência de custódia e permanecerá à disposição da Justiça, aguardando as próximas etapas do processo legal.

spot_img