O ano de 2017 foi o mais seguro de todos os tempos da aviação comercial. Quem garante é a Aviation Safety Network (ASN), organização independente da Holanda que registra todos os acidentes da aviação no mundo. Segundo a ASN, no ano passado foram registrados 10 acidentes fatais envolvendo aeronaves comerciais, resultando em 44 mortes.

O resultado do ano passado é ainda mais expressivo se comparado aos números de 2016, que ficou marcado pela tragédia com o jato da Lamia que transportava a Chapecoense para a Colômbia. De acordo com o balanço da organização, naquele ano foram registrados 16 acidentes e 303 mortes.

Segundo a ASN, o acidente mais grave da aviação comercial em 2017 foi a queda de um Boeing 747 cargueiro da companhia Turkish Airlines, em 16 de janeiro, no Quirguistão. A aeronave caiu durante a fase de aproximação do aeroporto de Manas, matando os quatro tripulantes a bordo e mais 35 pessoas em solo.

No último domingo (31), a aviação registrou um período recorde, que segue contando, de 398 dias sem registrar um acidente com avião de linha aérea com passageiros. O último foi justamente a queda do jato da Lamia, na Colômbia, em novembro de 2016.

Reportagem, Tácido Rodrigues

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here