Em continuidade à Operação Ocupação, deflagrada desde a última terça-feira (2) pelos órgãos que compõem o sistema de Segurança Pública do Amazonas, equipes da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), do grupo de Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core–AM) da Polícia Civil, realizaram, na noite desta quarta-feira (3) e na madrugada desta quinta-feira (4), incursões nos bairros Redenção, na zona centro-oeste, e Jorge Teixeira, na zona leste de Manaus.

De acordo com o titular da Seaop, delegado Guilherme Torres, o objetivo das incursões foi retomar as áreas onde a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) identificou a presença de organizações criminosas, combatendo o tráfico de entorpecentes e garantindo tranquilidade à população nesses locais.

“A finalidade da operação é ocupar, ou seja, retomar, de fato, as áreas que indicam presença de organização criminosa com a presença efetiva das Polícias Civil e Militar e das demais forças do sistema de Segurança Pública do Estado. Tivemos apoio, também, dos policiais da Força Tática e das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) durante as abordagens”, disse o delegado.

Seguindo a orientação do secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Anézio Paiva, a operação segue sem data para término com reforço no policiamento contra a atuação de grupos criminosos.

“Essa é uma operação conjunta com todos os órgãos do sistema de segurança e alcançará as áreas vermelhas. Tivemos êxito no Bairro da União, onde equipes da Seaop e Polícia Militar adentraram e destruímos uma área que era usada como observatório do tráfico”, disse o secretário de segurança.

Ao longo da Operação Ocupação, dez bairros da capital, identificados com maior concentração das ocorrências de homicídios, roubos e furtos, receberão policiamento ostensivo. De acordo com o comandante-geral da PM, coronel Cláudio Silva, as demais áreas da cidade continuarão com efetivos da Polícia Militar.

“Nossa missão é impedir o comércio ilegal de drogas e os demais crimes, por conseguinte, visando reduzir as incidências criminais. Estamos com foco em cerca de dez pontos principais da cidade, mas todas as áreas serão cobertas por policiamento de excelência”, disse o coronel Cláudio Silva.

FOTO: DIVULGAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here