Em decorrência do período do defeso para algumas espécies de pescado, a Secretaria de Meio Ambiente e representantes de órgãos ambientais reuniram na semana passada, no centro do idoso, com comerciantes de peixe das feiras e mercados de Parintins. O objetivo do encontro foi repassar as orientações para que não comercializem os pescados proibidos de venda neste período.

De acordo com a subsecretária de meio Ambiente, Fabiana Campelo, as fiscalizações foram intensificadas, e caso o feirante seja pego comercializando pescado protegido pelo defeso fica sujeito a apreensão do produto e multa. “A multa prevista por lei é de 700 a 50 mil reais, mais a taxa de 50 reais por quilo de pescado. Estamos em parceria com Ibama, Colônia Z-17 e secretaria de meio ambiente no combate a venda de pescado proibido pelo defeso. Nossa meta é preservar os lagos e sensibilizar pescadores e comerciantes de pescado, que o consumo é maior que a reprodução e devemos cumprir a lei para que esses peixes não venham entrar em extinção”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here