As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Países excluem Venezuela da presidência e assumem conjuntamente a liderança do bloco

O impasse envolvendo a presidência do Mercosul foi finalmente resolvido na noite desta terça-feira (13). Em acordo, Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai decidiram que a Venezuela não vai assumir a presidência rotativa do bloco, como previsto originalmente no cronograma. Por ordem alfabética, a Venezuela deveria ter assumido a liderança em julho.

Os quatro países fundadores do bloco assumirão conjuntamente a presidência pelos próximos seis meses. Com isso, vão definir cursos de ação e adotar as decisões necessárias para o funcionamento do Mercosul, além de decidir sobre negociações comerciais com outros países e blocos.

Em nota, o Ministério de Relações Exteriores do Brasil explicou que a decisão foi adotada porque a Venezuela descumpriu compromissos assumidos no Protocolo de Adesão ao Mercosul, firmado em 2006. Caso a Venezuela continue descumprindo as obrigações do bloco, o país poderá ser suspenso do Mercosul a partir de 1º de dezembro de 2016.

você pode gostar também