Pandemia – Petrobras inicia doação de cestas básicas em Manaus para população em vulnerabilidade

Serão doadas 3.999 cestas por intermédio dos projetos Mobilizar e Agir, Esporte Educacional e Sustentabilidade e Amazônia Sustentável

A pandemia de Covid-19 agravou o desemprego no Brasil e aumentou o número de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Para apoiar estas famílias em contexto de insegurança alimentar a Petrobras iniciou a doação de 180 mil cestas básicas, sendo 3.999 cestas para famílias que vivem em Manaus (AM). A ação ocorre em parceria com a Fundação Amazônia Sustentável (FAS), com o IACAS-Instituto de Assistência à Criança e ao Adolescente Santo Antônio e com a OELA-Oficina Escola de Lutheria da Amazônia, que inclusive fará entrega também com barcos. A doação totaliza R$ 22,7 milhões investidos e irá beneficiar, ao todo, 60 mil famílias, em 10 estados do país, que receberão a doação por três meses. Para definir as famílias contempladas foram considerados critérios de atendimento à comunidades vizinhas de unidades de operações de refino e gás natural da companhia e quantitativo de famílias identificadas em situação de extrema pobreza, conforme dados do Cadastro Único para programa sociais do Governo Federal.

“Essas cestas básicas ajudarão as comunidades vizinhas às nossas operações nesse período ainda tão crítico da pandemia. Entendemos as dificuldades da população e buscamos maneiras de ajudar a amenizar a situação”, afirma a gerente executiva de Responsabilidade Social da Petrobras, Olinta Cardoso.

A ação será executada por instituições parceiras da Petrobras e sem fins lucrativos, que receberão recursos da companhia para fazer a aquisição e entrega dos mantimentos às famílias, seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19. Dependendo da localidade, as famílias também poderão ser atendidas com a distribuição de cartões para a aquisição dos alimentos em comércios.

“Com a aquisição das cestas no comércio local fortalecemos os pequenos empreendedores, que também foram bastante afetados pela pandemia”, conclui Olinta.

OUTRAS INICIATIVAS

A Petrobras vem realizando uma série de ações voluntárias de apoio à sociedade no enfrentamento da pandemia da Covid-19. Foram realizadas em 2020, por exemplo, doações de testes para diagnóstico, EPIs, equipamentos hospitalares e de combustível, visando abastecer ambulâncias, veículos de transporte de equipes de saúde e geradores de hospitais públicos que atendem pacientes com Covid-19.

Para 2021, a Petrobras iniciou a doação de 2,5 mil cilindros de oxigênio para beneficiar as secretarias estaduais de saúde. Até o momento, Amazonas, Bahia, Paraná, Ceará e Rio Grande do Sul já receberam cilindros. A companhia também investiu na aquisição de 12 micro usinas de oxigênio para abastecer hospitais públicos, com capacidade de suprir cerca de 20 leitos de UTI cada uma. Os estados onde as usinas serão instaladas seguem os mesmos critérios adotados para a doação dos cilindros de oxigênio: possuírem unidades de operações da Petrobras e criticidade das taxas de contaminação e mortalidade pela Covid-19.

O valor destinado pela Petrobras para essas ações voluntárias de apoio à sociedade no enfrentamento da pandemia da Covid-19 já alcançou R$ 100 milhões. Parte do valor aprovado para a realização destas ações é procedente de recursos recuperados pela Petrobras em acordo de leniência assinado recentemente.