Na semana que se comemora o Dia das Crianças e o Dia de Nossa Senhora Aparecida, o Papa Francisco comparou a pessoa que interrompe uma gravidez voluntariamente a um “matador de aluguel”. A afirmação foi dada pelo líder maior da Igreja Católica nesta quarta-feira (10), em tradicional audiência na Praça de São Pedro do Vaticano.

O Papa afirmou ainda que, apesar de alguns serem favoráveis à liberação do aborto, a “supressão da vida humana no ventre materno em nome da salvaguarda de outros direitos” é uma abordagem “contraditória”.

Não é a primeira vez em que o pontífice faz um discurso contrário ao aborto. Em 2015, Francisco falou no aborto praticado nos casos de má formação e disse que tal prática “é uma forma de aprimorar a genética humana” e “eliminar inocentes”.

Reportagem, Igor Brandão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here