Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Para deixar aulas mais criativas, prefeitura realiza oficina sobre ‘Animaker’ para professores de educação física

A Prefeitura de Manaus realizou uma série de oficinas sobre o aplicativo “Animaker”, para professores de educação física. O objetivo foi apresentar aos educadores a ferramenta e instruí-los a criar aulas mais dinâmicas para os estudantes, uma orientação do prefeito David Almeida nesta época de pandemia de Covid-19. As formações, que aconteceram na escola municipal Engenheiro Antônio Nelson de Oliveira, localizada no bairro Armando Mendes, zona Leste de Manaus, se encerraram nesta quarta-feira, 24/3.

Para evitar aglomerações e a propagação do novo coronavírus, a oficina foi dividida em quatro dias (15, 17, 19 e 24/3) e seguiu todos os protocolos de segurança, como o uso de álcool em gel e máscara. A formação, coordenada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Leste 1, alcançou aproximadamente 60 profissionais.

O “Animaker” é um software do estilo “faça você mesmo” criado em 2014, que tem a finalidade de elaborar vídeos de animação. Os arquivos dele são armazenados em nuvens, ou seja, podem ser acessados em qualquer lugar onde haja conexão com a internet. Com o aplicativo é possível criar aulas e atividades muito mais atrativas para as crianças, porque os vídeos são feitos com animações e são coloridos.

O coordenador de Educação Física da DDZ Leste 1, Daniel Coelho, contou como surgiu a ideia de realizar a formação com os professores de educação física.

“Alguns professores mandaram as atividades feitas pelo site do ‘Animaker’, eu levei esses trabalhos para minha gerente pedagógica, para ver como poderíamos tentar expandir essa formação, pensando em facilitar o trabalho dos nossos professores de educação física, e em dar esse suporte para eles por meio dessas ferramentas e deu muito certo”, pontuou Daniel.

Um dos educadores que levou a ideia de usar o software foi Railson Queiroz, da escola municipal Boa Esperança, que conheceu a plataforma por meio de pesquisa.

“Garimpei na internet alternativas e propostas para aulas um pouco mais dinâmicas e achei o ‘Animaker’. De forma autodidata, consegui dominar a ferramenta e apresentei para o nosso assessor, que gostou da ideia e apresentou para a DDZ. A Divisão está oferecendo esse curso para que outros professores possam ter acesso à plataforma e possam também contribuir mais com os alunos”.

E o curso beneficia professores e alunos, como explica a professora da escola municipal Ruy Lima, Humbertisa Gondim. Para ela, a plataforma é muito interessante e útil para professores de educação física e com certeza para outras disciplinas também.

“Pretendo fazer pequenos vídeos, porque vão ser muito úteis para nossos alunos, para que eles possam interagir melhor comigo e conseguirem participar melhor das minhas aulas. Eu tenho certeza de que vai ser muito bom, tanto para eles quanto para mim”, concluiu.

Multiplicadores

A DDZ Leste 1 conta com 91 professores de educação física, no entanto, por conta da limitação devido a pandemia da Covid-19, a oficina não foi ministrada a todos. Os profissionais capacitados serão responsáveis por realizar a multiplicação desse conhecimento, como explicou Daniel Coelho.

“Neste primeiro momento, a meta é atender a 60 professores. Atendemos nesse último dia, 22 pessoas, 11 pela manhã e 11 à tarde. Como estamos evitando aglomerações, limitamos o número de participantes. Aqueles que não puderam participar, os próprios professores que estiveram presentes na formação vão se tornar multiplicadores e repassar para os colegas”, explicou Daniel.

Texto – Alexandre Abreu / Semed

Foto – Eliton Santos / Semed

-publicidade-