Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Parceria entre Melhor em Casa e FCecon deve duplicar atendimento domiciliar

A parceria entre o programa Melhor em Casa com a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) vai beneficiar até 120 pacientes oncológicos com atendimento domiciliar. A parceria foi firmada nesta sexta-feira (09/04), com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), que coordena o projeto no Amazonas.

O Melhor em Casa é um programa do Governo Federal, em parceria com o Governo do Estado, que tem como objetivo oferecer atendimento domiciliar feito por equipes multiprofissionais. O serviço busca a desospitalização de pacientes.

Histórico – Na visão do diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão, o Governo do Estado e a SES-AM dão uma solução histórica para ampliar o atendimento domiciliar realizado pela Fundação, que enfrenta dificuldades pela escassez de profissionais de saúde.

“Os pacientes que chegam normalmente têm tumores avançados e fatalmente vão terminar nos Cuidados Paliativos. Sempre foi o nosso ‘calcanhar de Aquiles’. Um elemento tão fundamental dentro da nossa Fundação, para o qual não tinham sido abertos os olhos pelos governos passados. E nesse momento nós conseguimos ter o olhar do Governo, ter o olhar da Secretaria de Saúde, no sentido de colocar o Melhor em Casa junto conosco”, afirma Mourão.

Cuidados Paliativos – O Serviço de Terapia da Dor e Cuidados Paliativos (STDCP) da FCecon foi implantado em 1997, sendo a primeira unidade de saúde da região Norte a oferecer o serviço.

Hoje, o STDCP fornece atendimento ambulatorial, por meio do Ambulatório da Dor; hospitalar, para controle de sintomas de pacientes que precisam ser temporariamente internados; e atendimento domiciliar, que possui alta demanda.

O serviço de Cuidados Paliativos atende atualmente 60 pacientes em casa, com cuidados realizados por médico com formação clínica e paliativa, anestesiologista, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista, capelã, terapeuta ocupacional e voluntários. As visitas podem ser semanais ou até mensais, dependendo da avaliação clínica.

A parceria com o Melhor em Casa vai ampliar a atuação do STDCP no atendimento domiciliar. “A chegada dessa equipe vai com certeza somar na qualidade da assistência que esse paciente, que está com câncer avançado, quem tem conflitos sociais e familiares, necessita. Se o nosso forte é a desospitalização, essa equipe, com a sua expertise de atendimento no programa Melhor em Casa, vai somente somar”, destaca a chefe do STDCP/FCecon, anestesiologista e paliativista, Mirlane Cardoso.

Parceria – O serviço domiciliar ganha aproximadamente 20 profissionais cedidos pela SES-AM com a parceria, segundo a coordenadora do Melhor em Casa, Semira Torres.

“É uma equipe multiprofissional com médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos e psicólogos. Isso vai facilitar a busca de pacientes que precisam ser tratados em domicílio. Será uma grande parceria com a FCecon”, destaca Torres.

A expectativa é dobrar o número de atendimentos domiciliares, chegando a 120 pacientes oncológicos que se encontram em estado avançado da doença, apresentando dificuldades de locomoção, de alimentação, dentre outras.

FOTO: Lucas Silva/Secom

-publicidade-