O turista que for a Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) e desejar fazer uma programação durante o dia, antes das apresentações de Caprichoso e Garantido no Bumbódromo, poderá escolher algumas das opções sugeridas pela Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur). Entre os atrativos a serem visitados, estão belos balneários naturais nas margens dos lagos da Ilha Tupinambarana, onde o visitante poderá se refrescar e ainda praticar o ecoturismo, com passeios em trilhas aquáticas e até pesca recreativa.

Todos os passeios são acessíveis por meios terrestre e fluvial. Um dos mais famosos de Parintins é o novo Cantagalo, principal balneário público da cidade, que passou por uma reforma pela prefeitura da cidade, e agora é administrado pela iniciativa privada. O complexo de lazer fica localizado na comunidade do Aninga, zona rural parintinense, em meio à ostentação da beleza amazônica.

De acordo com o diretor do Cantagalo, Alexandre Leal, o novo balneário é um excelente lugar para o visitante que gosta de contemplar a natureza, em píer, ou em embarcações. “Para vocês que estão vindo para Parintins e querem a opção para relaxar, o local é o Cantagalo. Vocês vão poder curtir as paisagens, o lindo pôr do sol, e passear de lancha. Tudo isso com um recheado cardápio, com serviço de bar e restaurante, à disposição do cliente”, disse o administrador.

O horário de funcionamento do complexo é das 10h às 22h.

Mergulho e trilha aquática – Outra opção para quem deseja fugir do calor escaldante de Parintins é o balneário Toc Toc, localizado na comunidade Parananema. Lá, o turista vai poder curtir a água refrescante do lago do Parananema, e ainda se aventurar nas bajaras (canoas cobertas) em trilhas aquáticas, com passeios que duram até 50 minutos.

Segundo o administrador do restaurante Toc Toc, Gerson Mascarenha, o visitante poderá usufruir ainda das pescarias recreativas no lago da região. Tudo isso com o apoio da própria comunidade. O horário de funcionamento é das 8h às 18h.

“Nós oferecemos esta opção para o turista que não quer ficar no centro da cidade. Aqui, ele vai poder mergulhar, curtir a paisagem, e ainda praticar o ecoturismo. O visitante também vai poder apreciar a culinária regional e as apresentações dos artistas parintinenses, tocando o ritmo da ilha”, explicou Gerson.

Mais opções – Além das sugestões citadas, o turista tem outros balneários como o Fim da Ilha, em Parananema. Já na região do lago do Macurany, o visitante vai poder visitar o Buraco da Rosa, Regaço, além do fim da rua Urucurituba, bairro Palmares. Para quem preferir apenas conhecer o entorno da ilha, há pacotes para o passeio com cenários exuberantes rodeando Parintins.

Já a partir de setembro, o excursionista se depara com as praias paradisíacas da região de Uaicurapá, com as praias de Varre Vento, Itaracuera, que são banhadas pelos rios de águas negras e cristalinas, Mamurú e Uaicurapá.

FOTOS: Clóvis Miranda