Amazonas Notícias

Parintins 2023: Informe epidemiológico divulga monitoramento de Saúde da terceira noite do Festival

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), divulga, nesta segunda-feira (03/07), o informe epidemiológico com o monitoramento da terceira noite do 56º Festival Folclórico de Parintins.

Foram 128 notificações, nas últimas 24 horas, sendo 78 na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Bumbódromo, 41 Hospital Regional Dr. Jofre Matos Cohen, 3 no Hospital Padre Colombo, 2 no Ambulatório do Boi Caprichoso, 2 no Ambulatório do Boi Garantido e 2 na Unidade Básica de Saúde (UBS) Irmão Francisco Galliani.

Os sinais e sintomas apresentados pelos pacientes foram dor de cabeça (21%), mal-estar (20%), dor no corpo (17%), dor na garganta (12%), diarreia (11%), tosse (10%), coriza (9%) e náuseas (9%). As hipóteses diagnósticas foram: diagnósticos não definidos (41%), síndrome gripal (20%), trauma (17%), Gastroenterocolite Aguda (Geca) (13%), e intoxicação alimentar (10%).

Perfil dos pacientes

Das 128 notificações realizadas, são 70 turistas nacionais, 24 moradores locais, 22 trabalhadores do evento direto e 12 trabalhadores do evento indireto. Ainda das 128 pessoas atendidas, são 72 do sexo masculino e 56 do sexo feminino.

Foram 7 pessoas com idade entre 1 e 14 anos, 25 entre 15 a 24 anos, 30 entre 25 a 34 anos, 24 da faixa etária de 35 a 44 anos, 34 de 45 a 59 anos, 8 de 60 anos ou mais.

Do total de notificações, são 5 pessoas do Pará, 2 de Roraima, 1 de São Paulo e 109 do Amazonas, sendo 54 de Manaus, 46 de Parintins, 5 de Itacoatiara, 1 de Rio Preto da Eva, 1 de Novo Airão, 1 de Maués e 1 de Barreirinha.

Ações preventivas

Especificamente sobre as ações de vigilância sanitária: foram orientados 5 serviços de alimentação, 93 comerciantes ambulantes e 6 orientações ao público em embarcações na orla do município. Na prevenção da saúde sexual, foram distribuídos 48.488 preservativos, 1.900 materiais de educação em saúde preventiva ao HIV/Aids e demais Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), além de 3 Profilaxias Pré-Exposição (PrEP) iniciadas e 112 testes rápidos para IST’s.

Nas ações preventivas à violência sexual contra crianças e adolescentes, foram realizadas 21 orientações a estabelecimentos e distribuição de 1.600 materiais de educação em saúde. Foram, ainda, realizadas orientações preventivas da saúde do trabalhador, incluindo a distribuição de 500 materiais educativos relacionados aos cuidados com a saúde vocal e auditiva.

Monitoramento

O monitoramento é realizado pela FVS-RCP com base em dados coletados em serviços de saúde que funcionam como porta de entrada durante o Festival: Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Bumbódromo, Unidade Básica de Saúde (UBS) Fluvial, UBS Irmão Francisco Galliani, Hospital Jofre Cohen e Hospital Padre Colombo e ambulatórios do Boi Caprichoso e Boi Garantido localizados na estrutura do Bumbódromo.

Os dados também são fruto de ações realizadas pela equipe da fundação em conjunto com a Vigilância em Saúde de Parintins, envolvendo visitas de orientação sanitária, ações de prevenção à HIV/Aids e demais IST’s, orientações preventivas à violência sexual contra crianças e adolescentes, além de testagens de detecção de Covid-19, vacinação contra Covid-19 e Influenza.

FOTO: Girlene Medeiros/FVS-RCP

Relacioandos