Parintins: ‘Ajuda a mais’, diz única tricicleira ao receber cesta básica

Única tricicleira mulher de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), Jocirene Cavalcante, de 59 anos, também teve sua renda prejudicada pela pandemia e, consequentemente, pela interrupção das festividades no município. Beneficiada por uma cesta básica, distribuída para os trabalhadores neste sábado (26/06), ela agradeceu o apoio do Governo do Estado: “Com certeza vai ser uma ajuda a mais”, disse ela.

Com muito bom humor e alegria, há cinco anos Jocirene opera um triciclo para transporte de passageiros no município de Parintins, atividade que se tornou símbolo da cidade. Com a pandemia, ela sentiu a diferença por não estar mais “no meio do povão”, como ela mesma diz, e, consequentemente, a queda no faturamento. “Era um dinheiro extra, no caso, e a gente sente falta sim”, explica.

Jocirene é a única mulher a exercer a atividade no município e afirma não se sentir inferior aos homens na função. Para ela, a exclusividade em ser “tricicleira” é motivo de orgulho. “Para mim é um privilégio. Se a mulher tiver disposição ela pode fazer várias coisas, no caso. Ser uma tricicleira, ser várias coisas. Eu sou uma tricicleira com muita honra e eu gosto”.

Ela agradeceu a cesta recebida do Governo do Estado e reconheceu o trabalho do governador Wilson Lima. “Eu me sinto muito bem porque vai ser uma ajuda. Apesar de morar só, eu faço minhas refeições a noite em casa, então vai ser muito bom receber sim. Está ótimo. Vai ser uma ajuda a mais, com certeza, porque o que eu ia comprar já não vou comprar mais já que vai ter lá em casa”.

Ela aproveitou para convidar a população para visitar a Ilha Tupinambarana em 2022. Otimista, ela defende a vacinação e sonha com a retomada do Festival Folclórico.

“Gente, ano que vem nós vamos estar sem essa pandemia. Venham para o festival, pelo amor de Deus, que a gente depende de vocês, pra gente trabalhar, pra gente ganhar nosso dinheiro. Obrigado por tudo mesmo!”, reforçou.

Entrega de cestas – O governador Wilson Lima entregou, neste sábado (26/06), 200 cestas básicas para 200 tricicleiros, de duas associações do município de Parintins. Os beneficiados operam com o transporte de pessoas em triciclos, uma tradição no município. Por conta da pandemia, o Festival Folclórico de Parintins não é realizado há dois anos. Sem movimento de turistas, esses profissionais tiveram seus rendimentos prejudicados.

Os beneficiados fazem parte da Associação dos Tricicleiros Turísticos de Parintins (ATTP) e Associação dos Tricicleiros de Parintins (ATPIN). As cestas foram entregues por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas).

FOTO: Bruno Zanardo/Secom