Parintins – Primeira-dama Taiana Lima entrega fomento para associações do setor social

Pestalozzi e Associação de Moradores do Itaúna II receberam mais de R$ 180 mil em equipamentos

A primeira-dama do Amazonas, Taiana Lima, entregou, neste sábado (26/06), fomento no setor social para Organizações da Sociedade Civil (OSCs) do município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). As entregas, feitas por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), totalizam R$ 185.220,75, em equipamentos para a Associação Pestalozzi de Parintins e para a Associação de Moradores do Bairro de Itaúna II (AMBI).

Além dos equipamentos e bens de consumo, cada associação recebeu, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), meia tonelada de pescado, meia tonelada de produtos da agricultura familiar e uma tonelada de polpas de frutas. Os insumos alimentares foram entregues, também, para outras duas OSCs: a Associação, Cidadania Social e Sustentabilidade (ACSSUS) e o Pelotão Mirim.

Na Pestalozzi de Parintins, a primeira-dama ressaltou a importância do trabalho desenvolvido com as crianças.

“Estou muito feliz de estar aqui hoje, conhecer o prédio, conhecer um pouco do trabalho de vocês de perto. Parabéns pelo trabalho que vocês vêm desenvolvendo com as crianças. Vocês são anjos na vida delas, e isso me deixa muito feliz. A gente fica muito feliz em saber que tem pessoas boas, comprometidas em fazer o bem ao próximo”, disse.

Em visita à Associação de Moradores do Bairro de Itaúna II (AMBI), Taiana Lima destacou a ação “Vacina Amazonas”, mutirão realizado neste sábado (26/06), pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Parintins, para imunizar a população contra a Covid-19.

“O governador está em outras ações aqui em Parintins, trouxe o mutirão de vacinação, que está lindo, todo mundo lá, levando o bracinho para vacinar. Isso nos deixa muito felizes, essa aceitação da população parintinense em tomar a vacina e se imunizar contra esse vírus”, comentou Taiana Lima.

Entregas – Por meio de edital, a Associação Pestalozzi de Parintins recebeu equipamentos permanentes como refrigerador, mesas, gaveteiros, armários, esteira, trampolim, bicicleta ergométrica e materiais de consumo, totalizando o valor de R$ 48.595,75. Os materiais possibilitam melhorias para o desenvolvimento dos seus 120 usuários, além de facilitar a convivência social com incentivo à inclusão, viabilizar a manutenção de oficinas profissionalizantes e pedagógica, materiais de expediente, esporte e lazer.

A Pestalozzi de Parintins desenvolve atividades de serviço de proteção social de média complexidade, atendendo à modalidade da Pessoa com Deficiência, ofertando de segunda a sexta-feira, atividades socioeducativas, culturais e de educação inclusiva a pessoas com deficiências, seus familiares e comunidade.

A dona de casa Katharin Ferreira, mãe de Iago Vinícius, de 10 anos, atendido há quatro anos na Pestalozzi, comenta a importância dos equipamentos para a continuidade do trabalho.

“Antes, o Iago era uma criança muito fechada e não conseguia demonstrar seus sentimentos. Era uma criança extremamente agressiva. E foi a partir daí que ele passou, aqui na Pestalozzi, a ter o atendimento. Ele melhorou muito mesmo. É um lugar mágico, principalmente para crianças especiais. Quero agradecer ao Governo do Estado por proporcionar ajuda a esse projeto tão lindo e tão maravilhoso, que atende muitas crianças”, disse Katharin.

Incentivo ao esporte – A Associação de Moradores do Bairro de Itaúna II (AMBI), recebeu equipamentos e materiais de consumo, como bolas de futebol, bolas de futsal, bolas de handebol, bolas de pingue-pongue, bolas de vôlei, caneleiras, cartões de árbitros, chuteiras, coletes, escadas de atividades físicas jogos de dama e xadrez, meiões, raquetes, redes de futebol e de vôlei, tênis para futsal, cordas para sleckline, entre outros equipamentos que totalizam R$ 136.625,00.

“É um sonho realizado, graças a Deus, através do nosso governador Wilson Lima, conseguimos receber essa quantidade de materiais. Essa parceria só tem a crescer. Estamos trabalhando em mais dois projetos, um através do FPS e outro através da SEC. Nosso objetivo é trabalhar o social”, afirmou Jorgenilda Viana, presidente da AMBI.

A associação tem como finalidade garantir e articular, diretamente, as necessidades básicas para 300 moradores do bairro em situação de vulnerabilidade social, oferecendo serviços de proteção social básica com atendimento socioassistencial e atividades como cursos de informática, corte e costura, e oficinas de artesanatos para crianças, adolescentes, jovens e adultos.

FOTO: Breno Brandão/FPS