Take a fresh look at your lifestyle.

Parlamentar pede transferência de alunos de escola municipal

-publicidade-

A presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Manaus (Comed/CMM), vereadora professora Therezinha Ruiz (DEM), encaminhou na manhã desta segunda-feira (9), à Secretaria Municipal de Educação (Semed), o requerimento n.º 0565, sugerindo o remanejamento das crianças que estudam na Escola Municipal Felismino Soares, localizado na Avenida Ayrão, 482, no Centro, zona Sul de Manaus.

De acordo com a parlamentar, o objetivo do remanejo é possibilitar a essas crianças, mais segurança, melhor estrutura física e educacional, uma vez que as salas de aulas são pequenas e no endereço da escola tem um grande fluxo de veículos, principalmente nos horários de pico, quando as crianças chegam e saem da instituição. “A ideia é proporcionar melhor qualidade no ensino e dar mais segurança a esses alunos. Sabemos que o espaço físico também influencia no aprendizado. As salas de aulas são pequenas e a estrutura do prédio não apresenta acessibilidade, como uma rampa de acesso ou elevador, às crianças que necessitam desses atendimentos e não há quadra poliesportiva para a prática das aulas de educação física, destaca Ruiz.

A questão quanto ao remanejo dos alunos da Escola Felismino Soares, foi levantada durante reunião realizada pela Comed na semana passada, e contou com a participação do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado do Amazonas (Sinteam), dos Conselhos Municipais de Educação, de Alimentação Escolar, do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e demais membros da Comissão de Educação da CMM.

Ainda segundo Therezinha, a proposta anterior da Semed incluía a construção de uma nova unidade para atender os alunos da Escola Felismino Soares e a grande demanda que a escola possui, até mesmo pelo fato da escola ficar numa região central. “Enquanto a nova unidade não é construída, precisamos oferecer uma estrutura adequada a essas crianças, para que possam desenvolver seu cognitivo, por meio de um ensino de qualidade. Alguns professores de educação física reclamam da falta de espaço para ministrar suas aulas práticas, muitas vezes improvisando as suas aulas no subsolo do prédio”, comenta Ruiz.

-publicidade-